×

Manifestação | Repressão: Manifestantes foram detidos em ato contra Bolsonaro no Rio de Janeiro

Duas pessoas foram detidas ontem (13/07) após protesto contra o presidente Jair Bolsonaro, no centro do Rio de Janeiro.

quarta-feira 14 de julho | Edição do dia

Foto: FASUBRA/Reprodução

O ato, realizado na Cinelândia, no Centro do Rio, foi marcado por movimentos sociais, partidos e movimentos estudantis contra Bolsonaro, contra a privatização dos correios e pela vacinação da população. A manifestação começou no fim da tarde, por volta das 17h, e reuniu centenas de pessoas. Cerca de 2 horas após o início do ato, a polícia militar começou a repressão usando bombas de efeito moral e balas de borracha.

Sobre o assunto: Por que as direções das Centrais Sindicais e da UNE dividiram os atos do 13J?

A Polícia Militar justificou a repressão em decorrência da pichação da câmara de vereadores por um grupo dentre os manifestantes. Muitos participantes do ato foram atingidos pelas bombas de gás e balas de borracha, alguns foram espancados covardemente por vários policiais militares. Duas pessoas foram detidas e levadas à delegacia pela PM onde tiveram que assinar um termo para liberação.

Pela anulação de todo e qualquer processo contra esses manifestantes que estavam nas ruas lutando por dignidade, além de liberdade para Matheus, preso na manifestação no dia 3J.

Pode interessar: Greve geral para derrubar Bolsonaro, Mourão, os ataques e impor uma nova Constituinte




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias