×

UFRPE | Reitoria da UFRPE quer tirar trabalhadores informais do Campus

Com desemprego recorde no país e em um dos estados que figuram com essa estatística mais no alto, a reitoria da universidade anunciou de forma arbitrária que todos que trabalham com xerox ou cantinas tem 30 dias para sair e que irá abrir licitações - onde grandes empresas do ramo poderão participar. Publicamos o abaixo assinado organizado pelos estudantes da universidade.

sexta-feira 20 de agosto | Edição do dia

A ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR QUER EXPULSAR OS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DA UFRPE

Nós, estudantes da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), estamos por meio deste abaixo-assinado reivindicando uma pauta trabalhista que simboliza como alguns retrocessos e injustiças estão cada vez mais atingindo as Universidades Públicas e aqueles que delas dependem para viver.

No mês de julho, o Assessor da Reitoria da UFRPE convocou uma reunião com todos os trabalhadores informais que mantêm na UFRPE xerox e cantinas — espaços que há anos prestam serviços e benfeitorias aos estudantes, docentes, servidores e à população que depende dos serviços prestados pela Universidade. A reunião foi referente a uma ordem de despejo para que, no prazo de 30 dias, estes trabalhadores retirassem da Universidade suas ferramentas de trabalho e entregassem as chaves de suas xerox e cantinas, pois seria iniciado um processo de licitação com ampla concorrência para definir quais seriam as novas pessoas (ou empresas) que iriam ocupar estes espaços. Entretanto, sabemos sobre como se dão as burocracias licitatórias e que isso significaria a retirada definitiva destes trabalhadores da Universidade. É importante dizer que esta deliberação se deu, inclusive, de maneira autoritária e intransigente.

Muitos destes trabalhadores estão na Universidade há muitos anos, alguns chegando a alcançar mais de 30 anos de Rural, prestando serviços extremamente úteis à comunidade acadêmica e conseguindo por meio de tal trabalho sua fonte de renda — aspecto que ficou (e permanece) bastante comprometido durante a pandemia.

Esta situação demonstra um grande descaso e desrespeito com os trabalhadores da Universidade, que possuem o direito a estes espaços justificado pelo uso social e profissional que fazem destes. O contexto se torna pior levando em consideração o cenário de pandemia, no qual estes trabalhadores ficaram desempregados e em situação de vulnerabilidade.

Estamos nos articulando da melhor maneira possível com o objetivo de reivindicar que esta situação seja revertida, embora tenhamos um curto prazo de 30 dias. Para isso, precisamos nos mobilizar virtual e juridicamente com aqueles que possam abraçar esta causa e nos auxiliar com esta demanda que é diretamente relacionada às diversas funções sociais que uma Universidade Pública deve cumprir, e por isso ressaltamos a importância que um abaixo-assinado massivo cumpre nessas horas, sendo um documento de bastante peso para demonstrar o quantitativo de pessoas, dentro da Comunidade Acadêmica, que se solidarizam por esta pauta e se opõem ao que a administração superior está impondo. Se você é uma destas pessoas e faz parte da comunidade acadêmica da UFRPE, não deixe de assinar o abaixo-assinado! Agradecemos pela contribuição!

https://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/54344




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias