Internacional

CUBA

Raúl Castro se aposenta e deixa a liderança do Partido Comunista de Cuba

Raúl Castro, irmão de Fidel Castro, anunciou sua aposentadoria hoje (16) e também sua retirada da liderança do Partido Comunista de Cuba. Em seu discurso, disse que passará o posto para uma geração jovem “cheia de paixão e de espírito anti-imperialista”.

sexta-feira 16 de abril| Edição do dia

Imagem: POOL INTERAGENCES / GETTY

“Quanto a mim, minha missão como primeiro-secretário do comitê central do Partido Comunista de Cuba termina com a satisfação de dever cumprido e com confiança no futuro do país”, disse o ex-presidente em seu discurso nesta sexta-feira (16).

Raúl Castro foi presidente de Cuba entre os anos de 2008 e 2018. Quando se afastou da presidência, manteve-se como Primeiro-Secretário do Partido Comunista Cubano.

Quem irá substituir Raúl é o atual presidente Miguel Diáz-Canel, que deve ser indicado para ocupar o cargo na próxima segunda-feira.

Junto do irmão de Fidel Castro, outros nomes históricos do Partido irão se aposentar, como José Ramón Machado Ventura, de 90 anos, e o comandante Ramiro Valdés, de 88.

Há anos a ilha caribenha passa por uma série de mudanças importantes. Sob comando de Miguel Diáz-Canel, mas sob a bênção de Raul, o país retomou medidas pró-mercado e aprofundou a abertura capitalista que se estende há anos. Sobre esse tema, leia mais em análise aqui




Tópicos relacionados

Cuba   /    Fidel Castro   /    Internacional

Comentários

Comentar