×

RACISMO | Racismo e elitismo: socialite abordada pela polícia em festa diz "vai pra favela"

A socialite Liziane Gutierrez foi pega em vídeo gritando com a vigilância sanitária: “vai brigar na favela”.

segunda-feira 12 de julho | Edição do dia

Imagem: Reprodução / YouTube

Liziane foi expulsa de uma festa junto a outras 500 pessoas, e ficou irritada enquanto a festa era dispersada pela polícia sob a justificativa da pandemia, e mandou irem à favela.

A fala da socialite escancara o racismo da elite brasileira, que despreza as vidas negras e pobres como as vidas das vítimas da chacina do Jacarezinho, da jovem grávida Kathlen e das centenas de jovens e crianças negras assassinadas pela política todos os dias.

Também escancara o papel que a polícia cumpre como assassino da juventude negra e trabalhadora, defensora da propriedade privada da mesma elite que a defende e que nada mais é do que o braço armado do Estado burguês que mata e reprime a classe trabalhadora.

- Os negros sofrem mais desigualdades em regiões mais ricas do país, aponta pesquisa

- Transformar a dor em luta: impor justiça por todas as vítimas da violência racista!

Veja o vídeo:




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias