×

No Rio de Janeiro | “Raça de putas e piranhas”: Pastor destila misoginia, racismo e homofobia contra colega

[VÍDEO] Pastor da Igreja Evangélica Geração Jesus Cristo, Tupirani da Hora Lores, do Rio de Janeiro, faz declaração grotesca contra colega de outra Igreja. O pastor de direita consegue reunir misoginia, racismo, homofobia e extremo ódio em poucos minutos.

sexta-feira 6 de agosto | Edição do dia

Tupirani já havia sido condenado por intolerância religiosa em 2012 após defender um novo holocausto contra judeus,. Já atacou também o islamismo, acusando os fiéis de serem estupradores e é conhecido na cidade por querer substituir a Constituição pela Bíblia. Agora esse sujeito promoveu um ataque animalesco contra outra pastora, Karla Cordeiro, da Arena Jovem, de Nova Friburgo, ala de juventude da Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra. Mercadores da fé sintetizam, de forma extrema, o que de fato pensa a extrema-direita.

Karla havia feito uma fala recheada de homofobia e racismo no dia 29 de julho e, após comoção na internet e abertura de investigação pela Polícia Civil, ela se desculpou. Na pregação, Karla havia dito: "É um absurdo pessoas cristãs levantando bandeiras políticas, bandeiras de pessoas pretas, bandeiras de LGBTQIA+, sei lá quantos símbolos têm isso aí. É uma vergonha, desculpa falar, mas chega de mentiras, eu não vou viver mais de mentiras. É uma vergonha. A nossa bandeira é Jeová em si. É Jesus Cristo. Ele é a nossa bandeira. Para de querer ficar postando coisa de gente preta, de gay, para! Posta palavra de Deus que transforma vidas. Vira crente, se transforma, se converta!”

Após as desculpas, em grande medida motivadas pela possibilidade de ser condenada por injúria racial e homofóbica, o pastor Tupirani fez uma pregação tenebrosa, com um acúmulo de violências inacreditável, e que expressa bem o pensamento de certos setores ligados ao bolsonarismo. Em dado momento ele diz: "Minha querida, não suba mais nesse palanque de prostitutas para tentar pregar, você não foi chamada pra isso. Eu fui chamado. Se vocês pedem desculpas do que falam dentro da igreja pra um babaca de um delegado, um babaca mundano, espírita, vagabundo, católico, seja de qualquer outra religião, vocês são loucos. Sabe o que é, Karla Cordeiro? Você é uma puta. Você é uma prostituta, o teu pastor deve ser um viado, a tua igreja toda é uma igreja de prostitutas”.

Depois ele continuou de forma sinistra: "vocês não são evangélicos. Malditos sejam vocês que a garganta de vocês apodreça por terem ousado tocar no nome de Jesus. Raça de putas e piranhas, é isso que vocês são. Manda o delegado vir aqui pedir a minha retratação. Ele não é homem pra isso. Eu sou vencedor do sistema, ninguém me detém. Eu falo, mando pra puta que pariu e continuo mandando. Manda de novo a Federal dentro da minha casa e vai ver se eu cresço ou diminuo, porra."

Veja o vídeo completo abaixo:




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias