Internacional

VIOLÊNCIA POLICIAL

Protestos de mulheres no México após polícia assassinar brutalmente imigrante salvadorenha

Victoria Salazar foi assassinada por uma policial que se ajoelhou em suas costas por vários minutos. Protestos aconteceram na Cidade do México, capital do país, e Tulum, cidade onde aconteceu o crime, além de San Salvador, capital de El Salvador.

terça-feira 30 de março| Edição do dia

Victoria Salazar era uma imigrante de El Salvador que trabalhava em um hotel na cidade turística de Tulum, e havia imigrado para o México em 2018, com um visto humanitário.

Em um vídeo gravado, pode-se ver Victoria algemada e jogada no chão, cercada por 3 policiais, enquanto outra se ajoelha em suas costas. Posteriormente no mesmo vídeo, ela é jogada na traseira de uma picape. Os policiais estão sendo acusados de feminicídio.

As manifestações ocorreram em Tulum, Cidade do México e San Salvador, capital do país de origem de Victoria. As manifestantes denunciavam o machismo e o racismo envolvidos neste assassinato, que faz parte do histórico de violência da polícia mexicana.

Leia também: México se torna o 3º país com maior número de mortes por COVID-19




Tópicos relacionados

Brutalidade policial   /    Repressão policial   /    Racismo de Estado   /    Racismo Policial   /    AMLO   /    Racismo   /    Imigrantes   /    Machismo   /    Imigração   /    Violência policial   /    Internacional

Comentários

Comentar