×

CORRUPÇÃO NAS VACINAS | Propina envolvendo governo Bolsonaro e vacinas Astrazeneca chegaria a R$ 2 bilhões

BOMBA: Nova denúncia de corrupção envolvendo o governo Bolsonaro e a compra de vacinas mostra como governo ganharia propina em torno de R$ 2 bilhões. Pedido de membro do governo foi de U$ 1 a dose, sendo que estavam sendo negociadas 400 milhões de doses. Com o dólar valendo mais de R$ 5,00, a maracutaia total resultaria em mais de R$ 2 bilhões.

quarta-feira 30 de junho | Edição do dia

Nova denúncia se deu após representante do laboratório Davati Medical Supply, Luiz Paulo Dominguetti Pereira, confirmar que membro do governo Bolsonaro pediu propina de U$ 1 a dose. Quando achamos que o governo não consegue se chafurdar mais em suas lambanças, achamos errado.

Na reunião, ocorrida entre Roberto Dias, diretor de Logística do Ministério da Saúde, um militar do Exército, um empresário e Luiz Pereira, representante que estava vendendo doses da Astrazeneca. Os três cavaleiros da morte representam pilares desse regime político golpista, um bolsonarista indicado pelo centrão, um milico e um empresário. Parece o início de uma piada sem graça, mas são homens lucrando em cima de nossas vidas.

Na reunião, Luiz ofereceu a venda de 400 milhões de doses com uma proposta de U$ 3,5 cada (depois subiu para U$ 15,5). Ela ocorreu no dia 25 de fevereiro, em um restaurante de bacana em Brasília. Segundo Luiz, "O caminho do que aconteceu nesses bastidores com o Roberto Dias foi uma coisa muito tenebrosa, muito asquerosa". Asqueroso é pouco para descrever esse governo.

- Leia mais sobre a farra das vacinas aqui

Na época, o Brasil atingia cerca de 250 mil mortos pela covid, enquanto os militares, membros do governo Bolsonaro e parte do centrão, estavam festejando a farra das vacinas. Um crime abominável que deve ser respondido com a força da classe trabalhadora e da juventude e fazê-los pagar por tamanha monstruosidade.

- Leia mais: Greve geral para derrubar Bolsonaro, Mourão, os ataques e impor uma nova Constituinte




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias