Mundo Operário

RECIFE

Profissionais da educação paralisam e fazem manifestação no Recife

Trabalhadores exigem reajuste pro piso nacional e incorporação dele no plano de carreira.

quinta-feira 26 de novembro de 2020| Edição do dia

Em mais uma mostra do que é seu governo, Paulo Câmara (PSB-PE) se recusa a garantir o piso salarial pros trabalhadores da educação do estado. O projeto enviado pelo governo a Alepe para cumprir a lei do piso contempla apenas cerca de 5 mil professores e deixa quase 60 mil professores e profissionais da educação de fora,ou seja quem atualmente recebe menos que o piso. O piso não é incorporado ao plano de cargos e salários, não alterando o salário de quem está em outros estágios das carreira.

O que o governo faz, além de um ataque aos trabalhadores é totalmente ilegal. No meio de uma crise sanitária, social e econômica, o governador Paulo Câmara mostra e seu verdadeiro caráter atacando os trabalhadores da educação.

Por isso, nós do Esquerda Diário e do MRT apoiamos a luta dos trabalhadores da educação no Recife!




Tópicos relacionados

Paulo Câmara (PSB)   /    Pernambuco   /    Recife   /    Professores   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar