Educação

TRIBUNA ABERTA

Professores e professoras da FIG-UNIMESP entram em greve

Reproduzimos abaixo a carta do SINPRO Guarulhos (Sindicato dos Professores e Professoras) à comunidade escolar da FIG - UNIMESP (Centro Universitário Metropolitano de São Paulo) sobre a greve iniciada pelos docentes dessa unidade desde 21/05 pelo recorrente atraso no pagamento dos salários dessas e desses trabalhadores.

terça-feira 25 de maio| Edição do dia

"PROFESSORES E PROFESSORAS DA FIG-UNIMESP EM GREVE
Chega de falta de salários!

Notas de esclarecimento à comunidade escolar:

Os recorrentes atrasos nos pagamentos dos salários dos professores da FIG-Unimesp gerou uma situação insustentável para os docentes que decidiram por paralisar suas atividades a partir do dia 21/05/2021.

Desde 2020, professores e professoras da FIG não podem mais contar com seus salários no final do mês como determina a legislação trabalhista e, consequentemente, não podem honrar seus compromissos financeiros. Desde lá, os atrasos têm persistido, chegando a acumular três meses sem pagamento. Isso precisa acabar!

Professores e professoras mantiveram suas atividades e seus compromissos com os estudantes e com a instituição apesar da falta de salários com a perspectiva de que tal problema fosse resolvido, como assegurava a mantenedora. Foram inúmeras promessas de pagamento que não se confirmaram nas datas previstas.

Com isso a FIG instituiu o pagamento trimestral, fato incompatível com o contrato de trabalho e com o compromisso que afirma ter com a educação guarulhense. Professores e professoras vivem o constrangimento de cobrar o pagamento dos salários mês a mês. O nome disso é desrespeito. Desrespeito com docentes, com estudantes e com a educação.

O Sinpro Guarulhos notificou a instituição no sentido de que fosse apresentada uma saída dialogada para o problema. No entanto, apenas hoje recebemos uma contra-notificação alegando os mesmos problemas de sempre.

Depois de enfrentarem mais de três meses de atraso nos pagamentos no último período os professores e professoras da instituição encontram-se, neste momento, mais uma vez com os salários de abril atrasados, quando já nos aproximamos do final de maio.

Esclarecemos à comunidade acadêmica da FIG que professores e professoras reiteram seu histórico compromisso com a formação dos estudantes e convidam a todos e todas para se somarem ao debate em torno os rumos da FIG e o imprescindível reestabelecimento das normas previstas na legislação trabalhista.

Sindicato é pra Lutar!
Sinpro Guarulhos
24 de Maio de 2021."

Nós do Esquerda Diário expressamos todo nosso apoio à greve das professoras e professores da FIG-UNIMESP (Centro Universitário Metropolitano de São Paulo) de Guarulhos em sua justa reivindicação da regularidade no pagamento de seus salários, ainda mais num momento de aprofundamento da precarização do salário docente com o ensino híbrido amplamente adotado durante o período de pandemia; e onde vemos às inúmeras tentativas dos governos que atuam, como parte do projeto político do atual regime golpista, para descarregar a crise social, política e econômica nas costas da nossa classe e da juventude trabalhadora.




Tópicos relacionados

SINPRO   /    Greve de professores   /    Tribuna Aberta    /    Guarulhos   /    Greve   /    Educação   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar