×

GREVE DAS EDUCADORAS MUNICIPAIS DE SÃO PAULO | Prof. Grazi sobre greve da educação em SP: "nossa luta mostrou força, apesar da burocracia"

Veja abaixo a declaração da Profa. Grazi Rodrigues sobre a greve de 118 dias dos trabalhadores da educação do município de São Paulo.

quarta-feira 9 de junho | Edição do dia

“118 dias de greve pela vida apesar das burocracias…

118 dias que escancaram a força de uma categoria que ousou dizer não a política irracional do PSDB/MDB aqui em São Paulo, de duras trabalhadoras e trabalhadores que por quase quatro meses mostraram a farsa de que seria possível um “retorno seguro às aulas” montada pelos mesmos defensores do “fique em casa” que não garantiram um dia de isolamento social às mães e pais dos nossos estudantes, e que roubaram das crianças e adolescentes o direito à educação. Governos que demitiram milhares de trabalhadoras terceirizadas da limpeza e da merenda, em meio à pandemia, ao mesmo tempo que nos empurravam para escola sem segurança sanitária. E que até agora não vacinaram a totalidade da nossa rede, porque escolheram os lucros, diferentemente de nós que nos levantamos em luta pela vida, demarcando muito bem o nosso lado da trincheira.

É preciso dizer que nesse caminho, como sempre, vi uma força imparável de mulheres trabalhadoras que juntas podem mover o mundo, e que apoiadas na força da nossa classe e da juventude, que se colocou em luta no 29M, forçaram um secretário que queria nos desmoralizar a se dobrar e negociar. Nós fizemos isso, pela base! E apesar das burocracias, trilhamos até aqui a mais longa greve da nossa categoria, construindo entre nós fundos solidários para ajudar aqueles que tiveram cortado seus salários. Que orgulho lutar ao lado de vocês! Uma Categoria que antes de tudo tem rosto de mulher e cada vez mais de mulheres negras.

E sabemos todas e todos, que só não saiu daqui um exemplo nacional de luta contra o retorno inseguro às aulas e o conjunto dos governos golpistas que rifaram nossas vidas em nome dos lucros, porque eles puderam contar com o freio das direções vacilantes, como o Fórum das Entidades e em especial de Claudio Fonseca, presidente do SINPEEM. Esse que fechou o sindicato há mais de 1 ano e chama de negacionista o povo que sai às ruas contra Bolsonaro porque sabe que esse governo é mais letal que a COVID; e que, junto às demais entidades, dirigidas pelo PT e PCdoB, cumpriram o nefasto papel de isolar nossa greve das demais batalhas da educação que se davam no país; centrais como a CUT e CTB que junto com a própria CNTE, em mais de 100 dias de greve não fizeram sequer uma campanha em solidariedade à nossa luta. Junto com as entidades do Fórum não se escandalizaram quando, na situação reacionária que vivemos, atacaram nosso direito de lutar; e foram vacilantes em relação ao fundo de greve, praticamente legitimando o corte de salários.

Voltemos de cabeça erguida às nossas escolas, para organizar a comunidade escolar, para não aceitar morrer no chão da escola, por condições sanitárias, vacinas para todos e acesso ao ensino remoto! Um dos caminhos são as comissões de segurança sanitária, através dessas comissões e ombro a ombro com as trabalhadoras terceirizadas, com nossas colegas de trabalho, com as mães e pais da comunidade, precisamos debater os protocolos e os limites da implementação deles se tiverem problemas estruturais, se não houverem condições sanitárias; cobrar a Prefeitura e as DRES; fazer a nossa parte para que que nos dêem condições efetivas para que as escolas estejam abertas, e na ausência de tudo que for necessário, impor o fechamento se precisar também. E mais do que nunca, para construir a unidade necessária para atropelar esses burocratas que estão atravancando nosso caminho com os nossos métodos de luta. Os tempos atuais precisam contar com a coragem das trabalhadoras e dos trabalhadores da educação, não esqueçamos disso!”

Veja aqui: Assembleia democrática e unificada: por uma comissão eleita pela base para nos representar!

Veja abaixo vídeo da Profa. Grazi Rodrigues em fala durante Assembleia no dia 07/06.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias