×

PRIVATIZAÇÃO DA CEDAE | Problema da água no Rio foi sabotagem dos governos para privatizar a CEDAE

Empresa vem sendo sucateada a anos com falta de investimentos e com perda significativa do quadro técnico e com presidentes escolhidos a dedos pelos governadores que mais se importavam com a bolsa de valores do que com a água do carioca.

sexta-feira 30 de abril | Edição do dia

Imagem: Reprodução/Cedae

Comprar por fora galão de água, ferver água da torneira… mil e umas são as alternativas que a população da região metropolitana e baixada estão tendo que buscar a meses para minimamente se desviar da geosmina. Isso em meio a uma pandemia é ainda mais absurdo! Deixando a população ainda mais exposta frente à contaminação do vírus. Como antecedente e responsável pela geosmina está o desmonte da CEDAE, orquestrado pelos governos anteriores e acentuado pelos atuais.

Isso tudo porque a água com geosmina vindo da CEDAE é fruto de anos da sanha privatista em avançar na venda totalmente da empresa, para passar diretamente às mãos dos capitalistas, que administrarão a água e esgoto unicamente para lucrar e não melhorar a sua qualidade e fornecimento a toda população. Por isso, tentam passar à população que a empresa sob gestão parcial do Estado é débil.

A geosmina saindo nas residências da população é o “fim” de uma cadeia anterior. Analisando os gráficos da FGV de março de 2020, vemos como houve uma estabilização acompanhada de baixa nos últimos anos designados ao índice de expansão da coleta dos esgotos e do índice de tratamento de esgotos, tendo em vista os investimentos insuficientes para responder a uma estrutura que a anos precisa de fortalecimento, mas que conscientemente os governos não se colocaram a fazer por onde.

Veja aqui: Líderes desse regime podre celebram entrega da água dos cariocas aos estrangeiros

Cadeia esta que tem seus responsáveis, com interesses específicos e consequentemente opostos a beneficiar a maioria da população. Como os próprios cedaeanos em 2017, já se coloram fortemente contra, chamando toda a população a se somarem em defesa da CEDAE do povo, contra a sua privatização.

A privatização da CEDAE vem em curso a anos, com o desmonte sendo orquestrado sistematicamente, como podemos ver também através do investimento per capita (por usuário com acesso ao serviço de abastecimento de água) realizado pela CEDAE: obteve a sua mínima histórica desde 2001 entre 2017 e 2018, justamente após a votação da privatização pela Alerj. A precarização da empresa é um projeto pra retirar nosso direito à água e saneamento!

Acompanhado também por demissões do quadro de funcionários, como foi em março de 2019, demitindo 54 funcionários, dentre eles 40 engenheiros, que haviam décadas de relação com os serviços e conheciam tecnicamente a CEDAE com intimidade. Como afirmou Clovis Nascimento a CUT, na época da publicação vice-presidente do Senge-RJ e funcionário de carreira da Cedae (não temos informação se ele permanece como tal):

“ “São engenheiros de carreira, muitos já foram diretores, que há décadas contribuem com a memória técnica da empresa. Estas dispensas quebram a espinha dorsal da Cedae, pois atingem os pilares estruturais da empresa e, certamente, há uma motivação de celeridade à privatização” .”

Essa série de demonstrações, com a privatização da CEDAE concretizada hoje em leilão autoritário em São Paulo, mostra como é algo que vem sendo orquestrado ao longo dos anos. Através dos governos que representam os interesses dos capitalistas em avançar com seus lucros, atacando de diversas formas a empresa e colocando a sua responsabilidade como se fosse a empresa ser em parte estatal. Um tremendo absurdo, ainda mais em meio a pandemia!

Porém assim, como nós do Esquerda Diário denunciamos que a resposta a isso virá com a força dos cedaeanos que carregam a empresa mesmo em meio aos ataques, unida aos outros setores. Defendemos que para os interesses dos capitalistas não se imporem sobre os recursos naturais e nossas vidas, é necessário a defesa de uma CEDAE sobre controle dos próprios trabalhadores.

Saiba mais:

. Leilão da CEDAE não teve oferta para subúrbios da Zona Oeste: empresários querem lucro não atender pobres

. Privatizar a água na pandemia é crime. A CEDAE é do povo!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias