×

Energia | Previsão de aumento de 21% na conta de luz para 2022 precarizará vida da população

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o previsto no aumento do preço da energia elétrica no ano de 2022 será de 21%. Resultado da crise econômica, social e política, agravado pela crise hídrica, é a classe trabalhadora, em especial os setores mais oprimidos, que sofreram com tais aumentos abusivos.

sexta-feira 12 de novembro | Edição do dia

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o previsto no aumento do preço da energia elétrica no ano de 2022 será de 21%. Resultado da crise econômica, social e política, agravado pela crise hídrica, é a classe trabalhadora, em especial os setores mais oprimidos, que sofreram com tais aumentos abusivos.

Em relação ao ano passado e retrasado, que já houve um absurdo aumento, as contas de luz chegarão três vezes mais caras em 2022 se em relação à 2021 (aumento de 7,04%), e dez vezes mais caras se em relação à 2020 (aumento de 3,25%). Esse aumento acarretará em inflação e em uma corrosão na renda da população.

Não só pela crise climática (fruto da própria destruição do planeta pelo capitalismo, gerando catástrofes climáticas), que faz com que as usinas térmicas sejam acionadas em detrimento das hidrelétricas, adicionando uma taxa extra no custo, mas também pela crise econômica e social que é aprofundada pelos ajustes neoliberais do governo Bolsonaro e Guedes, descarregando a crise nas costas dos trabalhadores, que a população vê a cada mês a carestia de vida aumentar.

Pode interessar: O verdadeiro motivo dos combustíveis estarem tão caros




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias