×

Internacional | Presidente da Tunísia anuncia destituição do primeiro-ministro e suspensão do parlamento

O presidente da Tunísia, Kais Saied, anunciou na noite deste domingo a destituição do primeiro-ministro, Hichem Mechichi, e a suspensão das atividades parlamentares por 30 dias.

segunda-feira 26 de julho | Edição do dia

Foto: via REUTERS TV

A decisão foi tomada após diversos protestos neste domingo(26/07). Policiais e manifestantes entraram em confronto em várias cidades do país, com os manifestantes exigindo a renúncia do governo e atacando sedes do Ennahda, o partido islâmico moderado que tem a maioria no Parlamento. Saied disse que assumirá o poder Executivo com a ajuda de um novo primeiro-ministro.

Em um comunicado transmitido pela televisão, o presidente alegou que as ações estavam de acordo com a Constituição, que citou para suspender a imunidade dos parlamentares. “Advirto a quem pensar em recorrer a armas e a quem disparar um tiro, as Forças Armadas responderão com balas”, alegou.

Pode interessar: O que houve com a primavera árabe?

Kais Saied, um juiz conservador, venceu com 77% dos votos as eleições presidenciais de 2019 na Tunísia, quando concorreu como independente. Fez parte de sua campanha uma agenda de costumes conservadores e uma promessa de reformar o sistema político tunisiano. A ação teve apoio de alguns cidadãos e dos setores mais reacionários.

Horas depois da declaração, veículos militares cercaram o prédio do Parlamento, enquanto as pessoas nas proximidades aplaudiam e cantavam o hino nacional, disseram duas testemunhas.

Leia também: 10 anos após a Primavera Árabe, a maior revolta do século 21




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias