Política

CORRUPÇÃO SP

Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, é investigado por lavagem de dinheiro

Os valores teriam sido repassados no período em que Nunes era vereador, entre 2012 e 2020, e transações apenas entre 2019 e 2020 chegam a R$20,6 milhões.

segunda-feira 24 de maio| Edição do dia

Imagem: Foto: Jhony Inácio / Futura Press / Estadão Conteúdo

As evidências foram levantadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que mapeou movimentações suspeitas em instituições responsáveis por gerenciar creches: os recursos recebidos pela prefeitura iam diretamente aos gestores, ao invés de irem para a educação.

Segundo o Estadão, duas movimentações que somam R$150 mil à uma dedetizadora registrada no nome de Ricardo Nunes e sua família são suspeitas.

É investigado, entretanto, a organização social Associação de Moradores Jacinto Paz, que recebe verba para administrar as creches da zona sul de São Paulo. A Associação recebeu, apenas entre 2019 e 2020, R$20,6 milhões da prefeitura.

A organização fez pagamentos, ainda, às construtoras WMR e Águia, que distribuem material escolares e que, apesar de serem registradas como sendo de pequeno porte, chegaram a receber R$1,5 milhão.

O prefeito já foi alvo de investigação de um processo da Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de São Paulo, suspeito de integrar a “Máfia das Creches”.

Leia também: Novos ares de mobilização e a adaptação à agenda da CPI: confiar nas forças da nossa classe e da juventude




Tópicos relacionados

Ricardo Nunes   /    Máfia das creches   /    Lavagem de dinheiro    /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar