Sociedade

CHUVAS EM MG

Por responsabilidade de empresa, moradores de MG sofrem duras consequências após as chuvas

No mesmo dia em que se completou 1 ano e nove meses do crime da Vale em Brumadinho, os moradores de Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte, tiveram suas casas alagadas devido à construção de um condomínio sob responsabilidade da Via Sul Engenharia.

segunda-feira 26 de outubro| Edição do dia

Foto: Elton Lopes/TV Globo

No final da noite de domingo (25), por volta das 22h, os moradores do bairro Itapoã tiveram seus pertences e suas casas destruídas pela lama e a água que invadiram as ruas do bairro, após intensa chuva na região. Muitas famílias relataram terem perdido praticamente tudo que possuíam.

E assim como o crime em Brumadinho, o desastre em Ribeirão das Neves não é um “desastre natural”. Segundo relato de um dos moradores, as inundações ocorreram por falta de drenagem na construção do Residencial Villa Tropical, organizado e construído pela empresa Via Sul Engenharia.

Esse desastre em Itapoã não é específico da região. É muito comum que em épocas de chuvas ocorram alagamentos e deslizamentos nos bairros onde as pessoas são obrigadas a viver de forma precária, inclusive nas grandes cidades do país.

Esse tipo de acontecimento é fruto de uma urbanização caótica e sem planejamento, pensada apenas para os ricos que vivem em boas condições e para encher os bolsos dos empresários donos de grandes empresas construtoras, enquanto a maioria da população está aglomerada em bairros que muitas vezes não possuem nem mesmo saneamento básico.

Pode te interessar: As enchentes e a urgente reforma urbana radical em São Paulo




Tópicos relacionados

Chuvas   /    Chuvas em Minas Gerais   /    Alagamento   /    Brumadinho    /    Romeu Zema   /    Enchentes   /    Moradia   /    Sociedade   /    Belo Horizonte

Comentários

Comentar