×

Censura e Autoritarismo | Polícia faz intimidação grotesca com helicóptero contra professora que criticou Bolsonaro

Sobrevoo acontece dias depois de uma professora ser afastada por criticar o presidente na mesma escola em Cuiabá (MT).

quinta-feira 2 de setembro | Edição do dia

IMAGEM: REPRODUÇÃO

Na última terça-feira (31), uma professora do Ensino Fundamental I de uma escola particular em Cuiabá foi suspensa por três dias, depois de criticar o presidente Jair Messias Bolsonaro e seus apoiadores em sala de aula.

Em meio a situação onde cada vez mais a popularidade do presidente cai em função da situação totalmente degradada no que diz respeito aos direitos e à qualidade de vida que a população vem perdendo a cada semana, tal absurdo não só se deu através deste ato de censura, como também pela via de um outro fato que ocorreu no colégio na manhã desta quinta-feira (02).

Leia Também: Professor é barrado de receber a vacina por usar camisa contra Bolsonaro, em quartel do Rio

Nesta manhã, um helicóptero pertencente à Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (SSP-MT) realizou um sobrevoo na escola, que a professora foi afastada, Colégio Notre Dame de Lourdes, em que os oficiais que estavam a bordo exibiam uma bandeira do Brasil, causando alvoroço e assustando os estudantes da escola, algo que foi captado em vídeo por alguns segundos.

A Secretaria envolvida negou que a passagem do helicóptero tenha alguma relação com suspensão da professora, afirmando que a ação estava envolvida com um evento de "comemoração à semana da pátria", colocando que partia do próprio colégio o pedido para que fossem feitas palestras com profissionais que trabalham na SSP sobre o tema.

Por parte do colégio, também houve a negativa de alguma relação com o caso da professora, o considerando apenas como uma “coincidência”. Tanto o afastamento da professora como a presença do helicóptero com a bandeira vem sendo denunciadas nas redes e também por algumas entidades, algo que se agrava numa situação onde o discurso autoritário de Bolsonaro cada vez mais vem se apoiando em agentes de segurança, como policiais e militares.

Leia também: Bolsonaro cinicamente diz que pauta dos atos do 7 de setembro é por liberdade de expressão




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias