Mundo Operário

Petrobras planeja vender novo campo de petróleo a estrangeiros

Em política entreguista, cúpula da Petrobras pretende vender campo de petróleo de Carmópolis, Sergipe, para empresas estrangeiras. Atualmente a Empresa gere 100% do Polo que produz 10 mil barris de óleo/dia.

sexta-feira 19 de fevereiro| Edição do dia

Foto: ASN/Reprodução

Seguindo sua linha de desfazer e rifar todo o petróleo nacional e entregá-los as empresas imperialistas, a alta cúpula da Petrobras, a mando da elite econômica e Bolsonaro, pretende se desfazer de mais uma base de produção terrestre de Petróleo e Gás Natural.

Segundo nota oficial divulgada pelo Empresa, a entrega e venda das bases é parte do projeto de “desinvestimento” da Petrobras, que passaria a investir sobretudo em “bases de águas profundas”.

O Polo de Carmópolis compreende 11 bases espalhadas em diversas cidades do estado de Sergipe e produz cerca de 10 mil barris de óleo por dia e também 67 mil metros³/dia de gás. Estes valores, do barril e do gás, em reais no preço variante do Petróleo significam cerca de 4 milhões de reais/dia, pelo óleo e 1 milhão e 200 mil/dia pelo gás.

Em se tratando de riquezas tão enormes e essenciais, Petróleo, Gás e toda a tecnologia que envolve sua extração e produção, se fossem elas, administradas verdadeiramente pelos trabalhadores poderiam estar a serviço da classe trabalhadora, auxiliando na produção de combustível barato, gás de cozinha barato para as famílias brasileiras.

E o lucro da Empresa, que hoje vai diretamente para mão dos acionistas e da burguesia nacional e internacional, poderia servir diretamente aos trabalhadores, de modo a suprir a carência em áreas como saúde e educação.




Tópicos relacionados

Sergipe   /    Nordeste   /    Refinarias   /    Bolsonaro   /    Petrobras   /    Privatização da Petrobras   /    Privatização   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar