×

MORTES POR COVID-19 | Paulo Gustavo: Bolsonaro carrega mais essa entre as mais de 400 mil mortes por COVID-19

A política genocida de Jair Bolsonaro, junto às demagogias das medidas dos governadores, levou o país à marca de 412 mil mortes. Entre elas, ontem faleceu Paulo Gustavo que há um mês e meio lutava contra o vírus.

quarta-feira 5 de maio | Edição do dia

Foto: Reprodução/Instagram

A morte de Paulo Gustavo, ator e comediante, no dia de ontem (04/05), comoveu milhares de brasileiros e é símbolo do ano e meio de pandemia, onde já perdemos familiares e amigos chegando a marca de 412 mil mortos notificadas, contando a subnotificação não temos nem ideia do número escandaloso de mortes. Bolsonaro cinicamente lamentou a morte de Paulo Gustavo nas redes, enquanto segue com sua política assassina e negligente.

Veja também: Deveria lavar a boca: Bolsonaro “lamenta” morte de Paulo Gustavo com provocação

Desde o início da pandemia, a política de Bolsonaro e dos governos estaduais têm de forma irresponsável “gerido” a pandemia, com restrições irracionais, baixo investimento em EPIs e infra estruturas, precarizando os postos de trabalho, cortando direitos, toques de recolher reacionários.

Essas medidas seguem sendo implementadas apesar de já estar mais do que provado que são ineficientes. Isso se dá pois o objetivo dos governos é garantir os lucros dos empresários e a manutenção de seus privilégios. Para isso já foram implementadas medidas que autorizam a redução da carga horária de trabalho e dos salários, a suspensão dos contratos, a recontratação com salários menores, além de toda a demagogia em torno das vacinas, insuficientes e não garantidas nem para os setores essenciais.

O caos na saúde escancara o descaso no setor público e os efeitos da EC 95, que votada no governo golpista de Michel Temer, aprovou o congelamento dos gastos com saúde e educação. Com o aprofundamento da pandemia, as medidas dos governos são pura demagogia, que se provam lamentavelmente nas mortes de 412 mil pessoas, sendo destas mais de 3 mil só nas últimas 24hrs.

Nos solidarizamos com os familiares de Paulo Gustavo e de todas as vítimas da covid e não deixaremos de combater as políticas assassinas e irresponsáveis dos governos federal e estaduais, para que os capitalistas paguem pela crise.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias