Sociedade

TRANSPORTE COLETIVO POA

Para manter lucro dos patrões Marchezan decreta maior lotação nos ônibus na segunda-feira

Ainda com altos índices de infecções pelo novo coronavírus e hospitais lotados, o prefeito de Porto Alegre Nelson Marchezan (PSDB) reabre escolas e permite maior número de passageiros em pé no transporte coletivo. Tudo em nome de manter os lucros dos empresários.

segunda-feira 5 de outubro| Edição do dia

Foto: Alina Souza Correio do Povo

Em decreto publicado nesse sábado (3), Marchezan libera até 20 passageiros em pé nos ônibus normais e 30 nos articulados. O aumento é de 20% na capacidade dos ônibus, antes eram 15 em pé nos veículos comuns e 20 nos articulados. Semana a semana Marchezan vem aumentando a lotação nos ônibus sem o menor critério sanitário, o único critério é o interesse dos empresários do transporte.

Alguns carros novos adquiridos pela CARRIS possuem menos espaço interno, segundo relato de um trabalhador 20 passageiros em pé é bastante apertado, a capacidade de passageiros sentados nesses carros novos é de 38 pessoas. O risco de contágio irá aumentar no transporte público, o contrário dessa política implementada por Marchezan faria muito mais sentido durante uma pandemia, mais ônibus para ter menos lotação, mas isso se chocaria com a sede insaciável de lucro dos patrões. Confira como ficarão os horários:

Dez linhas tem alteração na tabela horária

Também na segunda-feira, oito linhas de ônibus e duas de lotações passam por mudanças na tabela. Algumas terão o intervalo entre as viagens reduzido, enquanto outras vão passar por mudanças no horário das partidas. Confira:
4951 Manoel Elias/Morro Santana – Terá ampliação de uma viagem na faixa das 7h, o que resultará em redução do intervalo médio entre viagens de 12 para 10 minutos (16%) nessa faixa horária.
433 Vila Jardim – Intervalos de viagem no pico da manhã, entre 6h e 8h, passam a ser em média a cada 23 minutos.
T4  – Ampliação de uma viagem no sentido Sul-Norte na faixa das 6h, o que reduzirá o intervalo médio entre viagens de 14 para 11 minutos (21%) nesse horário.
T6  – Ampliação de uma viagem no sentido Norte-Sul na faixa das 7h, o que reduzirá o intervalo médio entre viagens de 8 para 7 minutos (12%).
T11  – Ampliação de quatro viagens, duas por sentido, no pico da manhã (das 6h às 8h), o que diminuirá o intervalo médio entre viagens de 13 para 10 minutos (23%).
VM10  – Restinga Nova Via Velha/5 UNID/Noturna – Duas novas viagens ao dia, às 18h40 no sentido bairro ao Centro, e 19h55 no sentido Centro ao bairro.
186 Liberal  – Altera a viagem das 6h33 no sentido Centro ao bairro para 6h40.
267.5 Lami até Cavalhada  – A viagem das 11h40, no sentido bairro-terminal passa para 11h10.
Lotação 40.42 Petrópolis Irmãos Maristas – Muda o itinerário na região central. A linha passará a acessar a Praça XV de Novembro, rua Marechal Floriano Peixoto, Rua dos Andradas e avenida Independência, retomando o itinerário atual a partir da rua Sarmento Leite. Será mais uma opção a quem quiser se deslocar do Centro até a Santa Casa – trecho da praça Dom Feliciano até a rua Sarmento Leite, com destino ao eixo da avenida Protásio Alves e bairros Alto Petrópolis e Jardim Leopoldina. Os passageiros com embarque na avenida Júlio de Castilhos e na rodoviária seguirão sendo atendidos pelas linhas 40.4 Petrópolis Sesc e 40.41 Petrópolis Fapa.
Lotação 30.23 – Partenon/Bonsucesso – Linha criada para ser mais uma opção de deslocamento até a Lomba do Pinheiro, com atendimento à comunidade de Bonsucesso pelo sistema de lotação.

Por essas e outras que denunciamos que Marchezan possui responsabilidade no aumento do contágio da COVID em Porto Alegre, e consequentemente nas mortes que já superaram a marca de mil apenas na capital. É preciso combater essa política assassina do prefeito que só governa para os empresários e deixa os trabalhadores em condições precárias frente à crise econômica e a sanitária.

FONTE: Rádio Guaíba




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    pandemia   /    Coronavírus   /    Precarização do Transporte Público   /    Nossas vidas valem mais que o lucro deles   /    transporte público poa   /    Sociedade   /    Política   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar