Sociedade

COVID-19

Pandemia volta a piorar no país por responsabilidade de Bolsonaro e governadores

Nas últimas 24h, 2.215 pessoas morreram vítimas da pandemia no Brasil. Pela primeira vez depois de 1 mês, a média móvel de mortes e casos volta a subir. E ainda, segundo a Fiocruz, a alta de síndrome respiratória indica o risco da piora da pandemia: o cenário pandêmico país volta a piorar enquanto Bolsonaro, militares e golpistas aumentam seus salários e passam ataques à população.

sexta-feira 21 de maio| Edição do dia

Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

Segundo o CONASS (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), o Brasil registrou nas últimas 24 horas, 2.215 mortes devido à COVID-19. Ainda ontem (20), a média móvel de mortes dos últimos 7 dias ficou em 1.971, em alta comparado a última semana.

- A saída está na força da nossa luta, não na CPI desse regime golpista", diz Marcello Pablito

A média móvel de casos também aumentou, ficando acima de 65 mil pela primeira vez depois de 1 mês. Em relação ao número de casos, a Fiocruz também informou que o aumento nos registros de síndrome respiratória é um indício da piora na pandemia, já que mais de 90% dos casos registrados atualmente no boletim como doenças respiratórias são de COVID-19.

- Absurdo: Modo de produção capitalista de vacinas gera novos 9 bilionários e enriquece outros 8

É nesse cenário que os golpistas seguem aprovando uma série de ataques à classe trabalhadora e Bolsonaro e militares tiveram a cara de pau de aumentar seus próprios salários, já altíssimos, um aumento que seria suficiente para construir 110 leitos de UTI por ano.




Tópicos relacionados

CPI da Covid   /    MORTES COVID-19   /    Bolsonaro   /    Golpistas   /    Crise do Coronavírus   /    COVID-19   /    Pandemia   /    Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    Sociedade

Comentários

Comentar