Mundo Operário

GREVE CORREIOS

Pablito chama os sindicatos e os candidatos da esquerda a apoiar a greve dos Correios

O pré-candidato da Bancada Revolucionária de Trabalhadores de São Paulo, chama as centrais sindicais e os candidatos da esquerda a apoiarem ativamente essa importante greve.

segunda-feira 21 de setembro| Edição do dia

Os trabalhadores dos Correios estão em uma importante greve se enfrentando contra os duros ataques de Bolsonaro e Guedes, que estão retirando direitos e agora querem privatizar os Correios.

A greve ocorre em meio à uma difícil conjuntura nacional, onde o reacionário governo de Bolsonaro está em um verdadeiro pacto com o Congresso, o judiciário, os militares e diversos atores desse regime golpista, para atacar os trabalhadores. Hoje, o reacionário judiciário irá negociar sobre o dissídio da greve e um ato de milhares de trabalhadores acontece em Brasília para que as demandas sejam atendidas.

Marcello Pablito declarou que: “as centrais sindicais, a começar pela CUT e CTB, deveriam romper imediatamente a trégua que estão com Bolsonaro e organizar uma solidariedade e apoio ativo à greve dos Correios. É uma greve dura, mas que pode ser um ponto de apoio fundamental para enfrentar o conjunto dos ataques do governo, como a reforma administrativa”.

Veja mais sobre a Bancada Revolucionária de Trabalhadores

Em relação aos candidatos que se reivindicam de esquerda, Pablito agregou: “esses candidatos deveriam começar imediatamente uma campanha para cercar de solidariedade a greve dos Correios. A começar por Boulos que está em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, mas estendo esse chamado a todos para que usem sua projeção política para expandir o alcance e a visibilidade dessa importante greve, principalmente no dia de hoje quando está acontecendo um ato histórico em Brasília.”




Tópicos relacionados

Greve dos correios   /    Correios   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar