Logo Ideias de Esquerda

Logo La Izquierda Diario

SEMANÁRIO

POEMA: O sapato

Pedro Gronga

POEMA: O sapato

Pedro Gronga

[Esse poema foi inspirado no texto "O sapato" de Eduardo Galeano, em homenagem a Revolucionária Rosa de Luxemburgo]

Era uma mulher,
de forte vontade e fortes ideais,
Histórias de confrontos,
Lutas por sonhos.

Era admirável,
de inteligência incompreensível e garra inalcançável,
Pela liberdade dos demais, essa é a luta que ela faz.

Uma linda rosa do campo,
do campo do combate,
Uma linda rosa, de espinhos a mostra.

Ao ser levada do campo, o sapato deixou,
Ao caminhar alguém no barro o encontrou,
Um sapato no barro.

Não há mais pé onde o sapato se encaixe,
Não há necessidade de engraxe,
A rosa se foi.

Sua luta permaneceu,
No pranto de quem não adormeceu,
A quem nada o sistema ofereceu,
Aqueles que o mundo irão mudar,
Jogados ao barro como o sapato.

veja todos os artigos desta edição
CATEGORÍAS

[Carcará - Semanário de Arte e Cultura]   /   [Arte]   /   [Poesia]   /   [Cultura]

Pedro Gronga

Estudante de Ciências Contábeis da UFMG
Comentários