Sociedade

VIOLÊNCIA POLICIAL

PMs agridem violentamente entregadores, jornalista e advogada no Rio de Janeiro

Vídeo mostra violência absurda da PM do Rio de Janeiro em cima de entregadores durante o dia de hoje, 03/06, na zona sul da capital. Segundo trabalhadores e membros da comissão de direitos humanos da OAB, PMs iniciaram violência de forma violenta. Algumas pessoas foram presas.

quinta-feira 3 de junho| Edição do dia

Segundo entregadores que estavam no momento, a violência partiu da própria polícia (como é de praxe). Membros da comissão de direitos humanos da OAB, que acompanharam o caso, relatam que algumas pessoas estavam aguardando na fila para retirar bicicletas. Várias dessas pessoas são entregadores, que usam as bicicletas como meio de trabalho. O vídeo pode ser visto nessa matéria. Nesse mesmo link, é possível ver as fotos de jornalista e da advogada agredidos.

A fila estava grande e os policiais militares tentaram intervir na organização da fila, passando uma mulher que não era entregadora na frente. Isso gerou discordância por parte de uma entregadora, o que deu início às agressões dos policiais.

Vejam que no vídeo, a PM isola alguns entregadores para perto da central deles e sobem em cima do corpo dos entregadores. Ao redor, várias pessoas se revoltavam com tamanha violência por parte da polícia. Em dado momento, um homem grita que os policiais "vão matar mais um". Cenas que lembram tantas outras, como a de George Floyd, onde a violência policial levou à morte do segurança negro.

Além de trabalhadores negros espancados, um jornalista que estava no local também foi agredido, bem como a advogada Vanessa Lima. Vanessa conta que pegaram sua carteirinha da OAB e não devolveram até agora. "Eu estava indo andar de bicicleta. Eu não conhecia ninguém, mas vi que eles estavam sendo truculentos e decidi acompanhar. Tudo porque uma menina lá, patricinha, queria pegar uma bicicleta e os meninos estavam indo trabalhar", disse a advogada.

O caso é um absurdo e se soma às inúmeras violências que a polícia militar e civil no país fazem contra trabalhadores, pobres e a população negra em geral.




Tópicos relacionados

Violência   /    Entregadores   /    Violência racista   /    Racismo   /    PM   /    Sociedade   /    Violência policial   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar