Sociedade

RACISMO DA PM

PM soca jovem negro no rosto em mais um caso de racismo, em Caieiras (SP)

No sábado (29/05), a PM abordou 3 jovens negros em Caieiras, na região metropolitana de São Paulo. Quando um deles questionou o PM, o policial respondeu com violência, lhe dando um soco no rosto, que derrubou o jovem.

segunda-feira 31 de maio| Edição do dia

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Em vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver a abordagem. Dois PMs abordam três rapazes.

Leia também: Justiça para Ademir: trabalhador dos Correios morre a tiros pela polícia em São Paulo

Quando um dos jovens questiona a abordagem, o PM o responde com brutalidade, mostrando qual a visão da polícia sobre jovens negros e de periferia. "Tá pensando que você é quem? Quem é você aqui, rapaz? Você não é ninguém? Baixa a bola, negão. Baixa a bola. Pra mim você não é porra nenhuma mesmo, não" (sic) diz o policial.

Em seguida, um dos jovens diz que os policiais estavam sendo racistas. Neste momento, o PM soca o jovem, o derrubando no chão. Eles ainda foram algemados e detidos, mas já foram liberados.

Leia também: Letícia Parks: "Não é possível reformar e controlar as polícias"

A PM mostra uma vez mais qual é seu papel na sociedade, de reprimir os negros e os trabalhadores, agindo com brutalidade nas periferias e sendo submissos em áreas nobres, como ocorreu no Alphaville, também em São Paulo, há meses atrás. Não é possível, portanto, impor um "controle social" sobre essa instituição, que não pode cumprir outro papel.




Tópicos relacionados

Brutalidade policial   /    Repressão policial   /    Racismo de Estado   /    Racismo Policial   /    Grande São Paulo   /    Racismo   /    PM   /    PM São Paulo   /    Sociedade   /    Racismo   /    Violência policial

Comentários

Comentar