Sociedade

#SOSAMAPÁ

PM do Amapá aborda trabalhador apontando pistola: perseguição contra direito de manifestação

Vídeo flagra absurda perseguição da PM do Amapá, que aponta pistolas para um trabalhador que se manifestou por seus direitos mínimos frente ao caos instalado no estado.

sexta-feira 13 de novembro| Edição do dia

Como se não bastasse o caos instalado no Amapá fruto da ganancia capitalista e descaso dos governos, a polícia segue não apenas reprimindo as manifestações absolutamente legítimas da população, como perseguindo trabalhadores em seus locais de trabalho, ameaçando com fuzil famílias desesperadas por condições básicas de sobrevivência.

Em Santana, município vizinho a capital Macapá, um vídeo flagrou agentes da Polícia Militar abordando um trabalhador em seu local de trabalho sem nenhuma acusação formal. Assista e ajude a denunciar esse absurdo!

No Amapá, a população está há mais de uma semana sem fornecimento de energia em 13 dos 16 municípios do estado. O Esquerda Diário conversou com Ana Tereza, que mora na cidade de Macapá, e aceitou a entrevista para denunciar as situações que os amapaenses estão passando nesses sete dias.

Confira a entrevista: No Amapá “Se a gente não morre de sede, fome ou Covid, a polícia termina o serviço”




Tópicos relacionados

#SOSAmapá   /    Amapá   /    Repressão policial   /    Ato internacional contra o racismo e violência policial   /    Sociedade   /    Violência policial

Comentários

Comentar