×

Violência Policial | PM atira e causa pânico em frente a escola no Recife

Segundo relatos, mesmo após prender o homem desarmado, os PMs ainda espancaram o mesmo na frente de alunos.

quinta-feira 19 de maio | Edição do dia

Em mais uma ação violenta da polícia, alunos e funcionários da escola estadual Creusa Barreto Dornelas, o CAIC da Torre, correram risco e viveram momentos de pânico. Depois de uma perseguição policial de moto onde o perseguido pulou o portão da escola e entrou no pátio da mesma. Após isso um dos policiais disparou, aterrorizando e pondo em risco todos os que estavam na escola e no entorno. Para piorar, ainda entraram na escola e mesmo capturando o homem desarmado, ainda o espancaram na frente dos alunos. A ação ocorreu em pleno horário escolar, quando não apenas a escola, como também as ruas no entorno estavam cheias de gente.

Tal ação não é novidade na Polícia Militar de Pernambuco. Esse mesmo reacionarismo e barbaridade que colocou em risco a vida de professores, funcionários e alunos, pôde ser visto no final de março em Ipojuca quando a polícia assassinou a menina Heloysa Gabrielly, de apenas 6 anos e depois aterrorizou a cidade com mais violência e operações policiais. Apenas no ano passado, foram 113 pessoas mortas pela polícia pernambucana segundo os dados oficiais - sendo 97% delas negras.

Além do risco que tanto os alunos quanto os trabalhadores da escola passaram, há relatos de alunos e funcionários que ficaram em pânico, chegando a passar mal, alguns tendo até que terem socorrido pelo SAMU. Nesse sentido, nos solidarizamos com os alunos e trabalhadores da escola e repudiamos tal atitude da PM.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias