Educação

RETORNO DAS AULAS PRESENCIAIS

PL que torna a educação serviço essencial na pandemia vai ser votada hoje (10) no Senado

Projeto de Lei 5595/2020 prevê a educação como atividade essencial em meio ao aumento de casos da pandemia, colocando todas as comunidades escolares em risco de vida para garantir lucro dos tubarões da educação.

quinta-feira 10 de junho| Edição do dia

Foto: Divulgação/Reprodução

O Projeto de Lei 5595/2020, de autoria da deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF), vai ser votada hoje (10) no Senado, e quer prevê a educação como atividade essencial.

Veja também: Após meses de atraso, educadores em SP finalmente serão vacinados: vacina para todos já!

Esse PL absurdo, além que querer tornar a educação como serviço essencial, permite o retorno das aulas em meio a pandemia que está nos seus maiores índices de contagio, além de ameaçar o direito de greve dos profissionais da educação.

Em meio ao aumento do número de casos e mortes pelo novo coronavírus no país, que é fruto da gestão de Bolsonaro e seu governo de militares, mas também do STF e Congresso, que contribuíam para essa devastação da doença, em nome dos lucros dos capitalistas, como fazem agora, em nome dos grandes empresários da educação.

Pode te interessar: Apeoesp chama paralisação dia 18: para acontecer é preciso assembleia e organização pela base




Tópicos relacionados

MORTES COVID-19   /    Retorno inseguro das aulas presenciais    /    Retorno presencial de aulas   /    COVID-19   /    Governo Bolsonaro   /    Senado   /    Educação

Comentários

Comentar