PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS

PL que avança na privatização dos Correios será assinado hoje por ministro de Bolsonaro

Documento que impõe o fim do monopólio dos Correios sobre o serviço postal segue hoje, 13, para assinatura do ministério das Comunicações e posteriormente irá para sanção do presidente Bolsonaro

terça-feira 13 de outubro| Edição do dia

Foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press

De acordo com entrevista concedida a revista Exame no sábado, 10, Diogo Marc Cord, secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia informou que o projeto de lei que coloca o fim do monopólio dos Correios sobre o serviço postal já estava finalizado e será encaminhado para o ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinar nessa terça-feira, 13.

Após esse procedimento, o projeto será enviado ao presidente Jair Bolsonaro para sanção e depois para o Congresso Nacional.

O documento é considerado um pontapé para a privatização dos Correios, uma das maiores empresas estatais do Brasil, com 95 mil funcionários e um passivo de 6.8 bilhões de reais.

O projeto cinicamente determina a “quebra do monopólio estatal” sobre os serviços postais. Somado à precarização que há muitos anos está em marcha, se abre o terreno para a entrada agressiva dos capitalistas nesse nicho, que será acompanhada, é claro, de muitos novos ataques contra os trabalhadores dos Correios e a população que depende dele.

Leia mais: Não aceitemos a privatização dos Correios, chega de beneficiar os grandes empresários




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Privatização   /    Correios

Comentários

Comentar