Sociedade

PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS

PL da privatização dos Correios está pronto e assinado por Paulo Guedes

O texto do Projeto de Lei a ser enviado para o Congresso com o objetivo legalizar a privatização dos Correios está pronto e assinado pelo ministro da economia, Paulo Guedes. O presidente Jair Bolsonaro deve chancelar o projeto hoje.

quarta-feira 14 de outubro| Edição do dia

Foto: Elza Fiúza, Arquivo Agência Brasil

As regras que regem a venda da estatal Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) podem ser flexibilizadas ainda esse ano. Bolsonaro provavelmente vai chancelar hoje a proposta de Projeto de Lei elaborado por sua equipe econômica e assinado pelo ministro Guedes, e nos próximos dias o texto deve ser enviado para o Congresso, que pode solicitar alterações.

Mesmo considerando possíveis edições, segundo a previsão mais otimista do próprio governo o PL deve ser aprovado nos próximos meses e a privatização completada no próximo ano.

Um possível empecilho para a privatização, embora a empresa seja cobiçada por outras do setor privado, como Magazine Luiza e Amazon, é o fato de que, uma vez que a estatal não está totalmente regida pelos objetivos de obter maiores lucros, sua malha de entregas chega a lugares onde uma empresa privada pode julgar não haver “custo-benefício” para manter as atividades.

Marcello Pablito, co-candidato a vereador de São Paulo pela Bancada Revolucionária de Trabalhadores do MRT, associou o avanço dessa medida à recente derrota da greve dos Correios, que se enfrentava com o governo Bolsonaro e a gestão militar da empresa, e foi fortemente perseguida pelo Tribunal Superior do Trabalho.

Flavia Valle, que também é candidata do MRT nessas eleições, se declarou ao lado dos trabalhadores da empresa, que enfrentam a privatização:

O governo Bolsonaro está encaminhando a toque de caixa o projeto de privatização dos #Correios, um ataque de imensas...

Publicado por Flavia Valle 50200 em Terça-feira, 13 de outubro de 2020




Tópicos relacionados

Paulo Guedes   /    Jair Bolsonaro   /    Privatização   /    Greve dos correios   /    Correios   /    Sociedade   /    Congresso   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar