×

França | Os trabalhadores do aeroporto Charles de Gaulle fazem uma greve histórica

A greve dos trabalhadores está sendo levada por trabalhadores agrupados em vários sindicatos no aeroporto mais importante da França. A greve tem o mérito de unir empresas com mais de 90 mil funcionários, incluindo trabalhadores terceirizados na luta por seus direitos e aumento salarial.

sexta-feira 10 de junho | Edição do dia

Os trabalhadores do aeroporto parisiense estão paralisando uma parte importante dos voos. Eles exigem um aumento salarial "sem exceções, para todas e todos" de 300 euros (mais de 1570 reais). "Tudo aumenta, menos nossos salários", denunciam os trabalhadores.

A novidade dessa greve é ​​que ela unifica cerca de 90 mil funcionários distribuídos em 800 empresas, entre trabalhadores e terceirizados. Uma ação que quebra a barreira das divisões por empresa.

"Estamos pedindo 300 €, indexados ao preço da inflação”, diz um operário do Aeroporto de Paris.

Além disso, os sindicatos estimam que 15.000 empregos foram perdidos em dois anos no setor aéreo devido à Covid-19, o que pressionou os trabalhadores. Enquanto os governos na Europa estão fazendo o tráfego aéreo se recuperar a toda velocidade, já atingindo níveis próximos aos de antes da pandemia.

No aeroporto parisiense, 1 em cada 4 voos foi cancelado. A Air France foi forçada a cancelar 85 voos de curta e média distância.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias