×

Governo Bolsonaro | Onyx atuará no Ministério do Trabalho para "formalizar" a precarização do trabalho nos apps

Criação da nova pasta faz parte de acordo para acomodar senador do Centrão na Casa Civil e, sobretudo, para acelerar medidas que regularizem a precarização dos trabalhadores por aplicativo.

quinta-feira 29 de julho | Edição do dia

IMAGEM: ROQUE SÁ/AGÊNCIA SENADO

Depois de anos sendo reduzido a uma secretaria do Ministério da Economia, o Ministério do Trabalho e Previdência foi recriado por Bolsonaro através de uma Medida provisória na última quarta-feira (28).

O encarregado deste novo Ministério será Onyx Lorenzoni, ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, cujo cargo será ocupado pelo general Luiz Eduardo Ramos, que anteriormente ocupava a chefia da Casa Civil. Desta forma, a criação deste novo ministério também vem sendo motivada enquanto parte do acordo entre o Centrão e Bolsonaro para que Ciro Nogueira (PP-PI) ocupe o cargo de ministro da Casa Civil, sem deixar tanto Onyx como Ramos sem cargos.

Leia Também: Ciro Nogueira na Casa Civil e o alto preço que Bolsonaro paga em busca de sustentação

Porém, não se trata de uma iniciativa voltada para desenvolver a criação de mais empregos com carteira assinada ou qualquer outra prerrogativa que servisse aos interesses dos trabalhadores, mas sim, uma pasta da qual deverá se atentar em regulamentar o trabalho por aplicativo, obviamente sob a agenda neoliberal do governo.

Além disso, também se há a intenção por parte do governo de acelerar pautas que são ataques propriamente aos trabalhadores como uma Lei de Responsabilidade Previdenciária, que visa estabelecer e incentivar medidas de austeridades envolvendo a aposentadoria e pensão ara servidores nos Estados e municípios.

Saiba Mais: O Brasil não é para amadores: Bolsonaro e Centrão, uma longa história de amor




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias