×

Porto Alegre | O dia D da luta dos rodoviários: todos à Câmara contra Melo e os empresários do transporte

Hoje é o dia decisivo na greve da Carris. O prefeito bolsonarista, Sebastião Melo, afirmou que irá por para votar o PL da privatização na Câmara. Somente através da luta e da mobilização dos rodoviários junto com a população poderá derrotar esse ataque. A sessão da Câmara começas às 14h, mas os trabalhadores estarão protestando desde antes. A concentração para a marcha começará às 8h.

quarta-feira 8 de setembro | Edição do dia

Mesmo embaixo de chuva, os rodoviários da Carris seguem mobilizados em frente na garagem na luta contra a privatização e a extinção do cargo dos cobradores. A greve foi votada por tempo indeterminado e os trabalhadores seguem com disposição de luta para barrar os ataques que o prefeito bolsonarista Sebastião Melo quer impor na categoria. Na madrugada desta quarta (08), os trabalhadores da Carris, junto com estudantes e apoiadores da luta, estão agitando em frente a garagem convocando mais colegas a aderirem à luta.

Os rodoviários tão chamando o dia de hoje como o dia decisivo para a luta em defesa da Carris e dos empregos de todos os rodoviários da cidade. Melo pode colocar hoje para votar o PL da privatização da Câmara Municipal e entregar de bandeja a centenária empresa que é um patrimônio público para as mãos dos barões dos transportes. O prefeito ainda não assinou o decreto da extinção dos cobradores que foi aprovado na Câmara na semana passada, então ainda é possível reverter esse ataque, o que será possível a partir da luta e da força dos trabalhadores.

Nesta manhã haverá a marcha até a Câmara onde os rodoviários irão se mobilizar para barrar que esse ataque seja aprovado. No início de 2020 os rodoviários mostraram como é possível isso, onde se mobilizaram na Câmara e sob forte pressão os vereadores não conseguiram aprovar o PL da extinção dos cobradores, que na época o prefeito Marchezan tentou aplicar e foi derrotado.

Para fortalecer essa luta é preciso que ela se amplie. é preciso também a adesão dos trabalhadores das empresas privadas que também irão sofrer com o fim do cargo de cobrador, além de todos os ataques que sofrem da patronal, como demissões e redução do salário em meio a pandemia. Uma unificação dos rodoviários da Carris com as privadas poderia resultar em uma forte mobilização e parar toda Porto Alegre. A população que hoje se solidariza e apoia a luta da Carris pode ampliar ainda mais seu apoio se ativando e se mobilizando junto com os rodoviários, chamando a todos e todos a se juntarem com os rodoviários na luta em frente à Câmara.

Leia também: A greve dos rodoviários precisa virar uma grande causa popular de toda Porto Alegre

Uma vitória dos rodoviários contra Melo pode apontar um caminho a toda a classe trabalhadora a nível nacional contra os ataques do Governo Bolsonaro, do Congresso e do STF. É com essa perspectiva que deve ser encarada a luta contra a privatização da Carris, contando com a enorme força que os trabalhadores já demonstraram É essa aliança que pode derrotar Melo e os empresários e lutar por uma Carris pública e por um transporte 100% Carris controlado pelos trabalhadores e usuários.

Continue acompanhando aqui a cobertura que o Esquerda Diário está fazendo desta luta!

Veja também: É preciso construir um fundo de greve para enfrentar Melo contra a privatização da Carris




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias