Política

ENCHENTES EM SÃO PAULO

“O caos das enchentes em São Paulo é fruto do descaso dos governos”, diz Letícia Parks

Nessa segunda-feira as chuvas provocaram enchentes e alagamentos em diversos pontos de São Paulo, levando caos aos moradores das áreas mais vulneráveis como consequência do descaso dos governos. Letícia Parks, da bancada revolucionária de trabalhadores do MRT comentou o fato ao Esquerda Diário.

segunda-feira 19 de outubro| Edição do dia

Às 18:30 eram cinco pontos de alagamentos ativos na cidade, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura de São Paulo. Além de trânsito, a concessionária de energia Enel afirmo que há diversos pontos com queda de luz, como Tremembé e Santana, na Zona Norte, e Vila Prudente, na Zona Leste. Letícia Parks, que concorre ao cargo de vereadora em São Paulo nessas eleições pela bancada revolucionária de trabalhadores do MRT, comentou os alagamentos dessa segunda:

“O que vemos hoje nesses alagamentos é apenas o início da tragédia anunciada de todos os anos, em que as chuvas atingem as famílias mais pobres com consequências drásticas. Hoje foi a queda de energia e o trânsito em alguns pontos, mas o que sempre verificamos é que são diversas famílias que perdem seus bens com o alagamento de suas casas, e muitas vezes vidas são perdidas com deslizamentos em zonas de risco, onde as pessoas são obrigadas a viver de forma precária e irregular por causa da especulação imobiliária que as impede de morar em locais salubres, enquanto há milhares de apartamentos vazios na cidade.

O que vemos nos noticiários é que se trata essa questão como um ‘desastre natural’, mas sabemos que não se trata disso, mas de uma urbanização caótica, sem nenhum planejamento, que não atende às necessidades da população, mas os interesses de lucro de um punhado de parasitas. Quem paga a conta não são eles, que estão muito bem abrigados em mansões e coberturas, mas sim o povo que mora nas periferias e que está vulnerável a qualquer chuva mais forte, porque os governos simplesmente não tem nenhum interesse em resolver essa questão, já que as nossas vidas para eles não valem nada. Governos como o de Doria e Covas assistem de braços cruzados essa tragédia, e depois fazem suas declarações demagógicas e cínicas na televisão. Sabem que nunca serão as suas famílias as que estarão na rua após uma chuva forte.

Defendemos uma reforma urbana radical onde as pessoas sejam alocadas nos imóveis vazios no centro, onde estarão a salvo das enchentes, bem como a criação de frentes de obras públicas que possam efetivamente realizar uma urbanização de acordo com as nossas necessidades, acabando com os problemas das enchentes e alagamentos anuais.”




Tópicos relacionados

Bancada Revolucionária de Trabalhadores   /    Chuvas   /    Enchentes   /    São Paulo   /    Política

Comentários

Comentar