×

ESQUERDA DIÁRIO | Nova etapa do Esquerda Diário: panfletagens em todo o país

Entramos em uma nova fase, a partir do dia 15 de junho, muito mais conteúdo, em texto, em vídeo, em áudio, para pôr a luta de classes na sua mão!

terça-feira 13 de julho | Edição do dia

São mais de 40 mil panfletos que estão sendo distribuídos por todo o país! Do Rio Grande do Norte ao Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal. Queremos chegar a classe trabalhadora, aos jovens da geração Z, aos LGBT’S, as mulheres e negros. Um jornal que coloca a luta de classes nas mãos do leitor, um jornal de luta que não só mostra o que acontece por uma visão da classe trabalhadora mas debate como potencializar, a partir da unidade da nossa classe, cada luta, cada expressão de resistência contra o sistema capitalista.

Somos uma mídia independente, sem rabo preso com a burguesia ou com o Estado, sempre do lado dos explorados e dos oprimidos. Saímos às ruas contra Bolsonaro, Mourão e sem nenhuma confiança no Congresso e no STF, que vimos que quando o assunto é nos atacar estão todos unidos. Agora saímos também para fortalecer essa nova fase, com novos programas, novas análises e um projeto de Comunidade, onde você (leitor), pode contribuir como escolher, estar sempre atualizado com as principais notícias, os principais debates na esquerda, as lutas da classe trabalhadora e muito mais.

Um jornal impulsionado pelo Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT) que vem dando uma batalha aqui no Brasil como parte da Fração Trotskista - Quarta Internacional que impulsiona a Rede Internacional de Diários Digitais - La Izquierda Diario pela construção de um partido internacional que luta pela revolução socialista para acabar com esse sistema odioso que é o capitalismo, que na pandemia mostrou sua face mais podre, aqui no Brasil representada por Bolsonaro, Mourão, os militares e todo o regime do golpe institucional de 2016.

É nesse sentido que nós do Esquerda Diário viemos empreendendo uma forte luta contra esse regime de conjunto e todas suas expressões, sem confiança em nenhuma de suas instituições, e se colocando como uma alternativa à esquerda do PT e sua conciliação de classes. Fomentamos uma saída da classe trabalhadora, a única que pode resolver os problema do país de maneira mais profunda, nesse sentido, damos um duro combate as burocracias presentes nas organizações do movimento operário e estudantil que atuam para frear e dividir a nossa luta. E que frente às mobilizações do último mês contra Bolsonaro vem atuando no sentido de canalizar o nosso ódio e revolta para as eleições de 2022, não construindo um plano de lutas unificado de estudantes e trabalhadores.

Lutamos por uma Greve Geral para derrubar os ataques,as privatizações derrubar Bolsonaro, Mourão e impor uma Constituinte Livre e Soberana que diferente do impeachment ou da CPI, possa realmente discutir os rumos do país de uma forma muito mais democrática que pode ser se iludir num Congresso apoiador de reformas e privatizações.

Veja mais: Os novos programas do Esquerda Diário Multimídia para colocar a luta de classes na sua mão




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias