CORONAVÍRUS

Nova Iguaçu declara calamidade pública com sistema de saúde insuficiente

A cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, decretou estado de calamidade pública após anunciar que 80% dos leitos hospitalares já estão ocupados. O município já tem sete casos confirmados de coronavírus e se encontrava em estado de emergência desde o dia 18.

terça-feira 31 de março| Edição do dia

A cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, decretou estado de calamidade pública após anunciar que 80% dos leitos hospitalares já estão ocupados. O município já tem sete casos confirmados de coronavírus e se encontrava em estado de emergência desde o dia 18.

A Secretaria estadual de saúde prometeu a construção e inauguração de um novo hospital de campanha, promessa essa que sequer iniciou as obras. O município conta com um hospital de alta complexidade, conhecido como Hospital da Posse, que atualmente trata pessoas infectadas pelo vírus, com cerca de 20 leitos para pacientes com a doença. Entretanto, esse hospital já está atuando acima de sua capacidade.

Bolsonaro vem aprofundando a crise enquanto trata a pandemia como uma simples “gripezinha”, ao mesmo tempo em que Dória e os demais governadores defendem uma quarentena sem um programa eficaz. Só vamos conseguir lidar com a situação de maneira responsável se forem distribuídos testes massivos para toda população, de forma a isolarmos os infectados. Para o devido tratamento dos pacientes, é emergencial que todos os leitos disponíveis nos hospitais, tanto públicos quanto privados, sejam unificados em um único sistema de saúde, público e gratuito, voltado exclusivamente para a superação da crise.

Precisamos exigir que o hospital prometido pela secretaria estadual de saúde seja construído e que haja contratação de mais profissionais da área da saúde. Além disso, é essencial a fabricação de novos leitos, além de outros materiais; portanto, exigimos que os próprios trabalhadores assumam pra si o controle da produção, reconvertendo as fábricas para produzir respiradores e todos os insumos necessários, reorganizando o transporte, a distribuição de alimentos e todo o necessário para enfrentar essa crise.




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Saúde Pública   /    Saúde

Comentários

Comentar