Sociedade

VACINA

No Piauí, 13 municípios zeram estoques da primeira dose da vacina contra a COVID-19

13 municípios do Piauí não têm mais estoques de vacinas contra a COVID-19. Esses números escancaram a falta de imunizantes e a necessidade urgente de um plano de vacinação massiva nacionalmente.

segunda-feira 15 de fevereiro| Edição do dia

Wellington Dias (PT), governador do Piauí | Fonte: Reprodução

Até o meio da tarde de hoje (25), 13 municípios do Piauí zeraram estoques da vacina contra a COVID-19. Outros 19 usaram de 90% a 99% das doses disponíveis para a primeira fase. Na capital Teresina, 81% das vacinas já foram aplicadas.

O Secretário de Saúde do Piauí, Florentino Neto, afirmou que a campanha de vacinação não foi interrompida em nenhum município e, ao menos de acordo com os dados do Estado, a aplicação da segunda dose está garantida para todos os que participam dos grupos prioritários que estão sendo vacinados. No entanto, a escassez é fator um tão fundamental que o próprio secretário, fazendo demagogia, não hesitou dizer: "Mesmo as doses sendo poucas, distribuímos o equivalente à primeira dose e, no momento adequado, distribuímos a quantidade necessária para a aplicação da segunda dose".

Isto é, as doses existentes suprem apenas uma demanda imediata para "os momentos adequados", o que evidencia que ainda está bem longe de garantir vacina suficiente para o conjunto da população.

Diferente da narrativa de governadores, como João Dória (PSDB) ou Eduardo Paes (DEM), que exaltavam o comprometimento com vacinações de grandes proporções, sabemos que o povo pobre e trabalhador segue abruptamente distante de qualquer possibilidade de imunização. Dessa forma, vemos que esses governadores seguem à risca o mesmo papel que cumpre Bolsonaro, este, porém, se valendo do negacionismo extremo à ciência, desprezando a vida daqueles que já morreram e seguindo sem um plano maciço e universal de vacinação que garanta uma grande produção, distribuição e imunização de toda a população do país.




Tópicos relacionados

Vacina contra a covid-19   /    Vacinação   /    COVID-19   /    Jair Bolsonaro   /    Sociedade

Comentários

Comentar