×

Segundo servidores | No Enem 2021, Bolsonaro pediu ao MEC para trocar “golpe de 1964” por “revolução”

Segundo relatos de integrantes do governo, o presidente Jair Bolsonaro teria feito um pedido exclusivo ao ministro da educação, Milton Ribeiro, para que o golpe militar de 1964 fosse tratado como uma “revolução”.

sexta-feira 19 de novembro | Edição do dia

O negacionismo não é apenas referente à pandemia, mas também a história. A última do Enem, que ultimamente vem colecionando escândalos, foi a denúncia feita por servidores do Inep de que Bolsonaro teria feito esse pedido a Milton Ribeiro no primeiro semestre deste ano.

O pastor militar, que habita o posto de ministro da educação, comentou sobre o pedido de Bolsonaro com equipes do MEC e do Inep, mas aparentemente não levou o pedido até o final.

Antes Bolsonaro dizia que o Enem era ativismo ideológico, hoje o jumento tenta interferir diretamente em detalhes do conteúdo da prova e revisando a história nacional em uma prática típica do Ministério da Verdade, de 1984 de George Orwell.

Os ocorridos em 1964 em nada se assemelharam a uma revolução, foi um golpe que instaurou décadas sombrias no país, com perseguições violentas e sangrentas a trabalhadores, estudantes, artistas, indígenas, ativistas. Até crianças foram assassinadas pelos defensores da “revolução de 1964”.

Até agora 37 servidores do Inep já se demitiram do cargo por conta de escândalos no órgão. Nessa quinta-feira, 18, outra vergonha veio à tona: em 2019, o governo censurou um total de 66 questões que traziam temas considerados polêmicos pela turba bolsonarista, como gravidez na juventude em uma música da Madonna, uma tirinha da Mafalda, poemas de Leminski e Ferreira Gullar, uma questão que defendia a camisinha como prevenção à AIDS e outras questões.

Trata-se de interferência negacionista explícita, onde o intuito de Bolsonaro é rever a história nacional e o conhecimento científico de acordo com os interesses dos militares e poderosos.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias