Observatorio

OBSERVATÓRIO

Nesse dia de #BrequeDosApps, conheça o Observatório da Precarização do Trabalho

Conheça o Observatório da Precarização do Trabalho e da Reestruturação Produtiva, uma iniciativa do Portal Esquerda Diário junto a intelectuais e trabalhadores.

sábado 25 de julho| Edição do dia

No dia 1º de julho, o primeiro Breque dos Apps que impactou todo o país, foi lançado o Observatório da Precarização do Trabalho e da Reestruturação Produtiva, uma iniciativa do portal Esquerda Diário com colaboração de pesquisadores em todo país. O objetivo é estudar os novos fenômenos de precarização do trabalho, ligados à reestruturação produtiva, que se abrem a partir da crise de 2008 e que inclui as novas modalidades de trabalho intermitente, como a chamada indústria 4.0, o novo proletariado de serviço e, sobretudo, o capitalismo de plataforma, com trabalhadores de aplicativos e entregadores como uma das ênfases que o grupo de pesquisadores se propõe a investigar.

A primeira pesquisa realizada pelo Observatório foi bastante expressiva e contou com a resposta de 253 trabalhadores para investigar quem é o entregador que esteve na paralisação do dia 1º de Julho. Houveram respostas em nove estados do país com concentração em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Para as conclusões completas, veja aqui.

Entre as principais conclusões da pesquisa está que uma Minoria (17%) de entregadores se declarou a favor de Bolsonaro nos atos, que 51 % dos entregadores grevistas sofreu acidente no trabalho, também revelando que a categoria tem rosto negro, com 66% dos entregadores presentes nos atos se reconhecem como negros/pardos e com baixos salários e longa jornada de trabalho. 77% dos entrevistados apontaram que trabalham mais de 10 horas por dia, sendo que cerca de 40% trabalham mais de 12 horas diárias. 59% declaram que ganham até R$ 2000 ou cerca de 2 salários mínimos, enquanto 21% declaram que ganham menos de R$ 1000.

O Observatório do Trabalho Precário também contou com entrevistas e colaborações de importantes intelectuais que refletem sobre o tema. Sávio Cavalcante, professor da Unicamp, realizou uma entrevista, Luci Praun, da Universidade Federal do Acre, refletiu sobre o "Breque dos Apps: a ocupação das ruas reinventa o sentido de coletividade", Marina Batista C. Azevedo de Souza trouxe o tema do adoecimento com o texto "Quem “paga a conta” da saúde mental na era do incentivo ao trabalho informal?", Andreia Galvão, da Ciência Política da Unicamp, pautou "A greve, o breque, o trampo: a luta do entregadores é a luta dos trabalhadores", Marcela Soares, professora da Escola de Serviço Social e do Programa de Pós-graduação em Serviço Social e Desenvolvimento Regional da UFF aportou com "Novas tecnologias e @s [email protected] [email protected]: luta e memória", também contribuiu o pesquisador pós-doc Marco Antônio Gonsales, da Sociologia da Unicamp, com "Trabalhadores plataformizados do mundo, uni-vos".

Essas e outras iniciativas você encontra na página do Observatório da Precarização do Trabalho e da Reestruturação Produtiva no Esquerda Diário. O podcast Peão 4.0, que é uma mídia produzida e protagonizada pelos próprios trabalhadores, está fazendo uma parceria também, como pode ser ouvido nesse episódio. Outro recurso que está disponível é o banner de fácil acesso em que trabalhadores podem enviar suas denúncias sobre exploração, assédio moral ou perda de direitos, que serão sempre coletadas e analisadas pela equipe da pesquisa, visando permanentemente produzirmos materiais de denúncia sobre as condições de trabalho.

O Observatório conta com a coordenação de Iuri Tonelo, que é doutor em sociologia pela Unicamp e atualmente faz pesquisa na área de uberização do trabalho e reestruturação produtiva no pós-doc da Universidade de São Paulo. E conta também com a coordenação de Daphnae Helena Picoli, que é economista pela Unicamp e atualmente é editora da seção de economia do portal Esquerda Diário.

Se você é pesquisador da área ou trabalhador que quer colaborar com o projeto, envie-nos e-mail em: [email protected]

Contatos dos pesquisadores:

Iuri Tonelo – [email protected]
Daphnae Helena - [email protected]
Vitória Camargo - [email protected]
Isabela Santos - [email protected]
Weckson Oliveira - [email protected]

Pesquisadores e Equipe Podcast peão 4.0:

Bianca Rozalia Junius - [email protected]
Gabriel Biro - [email protected]
Tatiane Lima - [email protected]




Tópicos relacionados

25J&breque   /    Breque dos apps   /    Observatorio   /    Entregadores

Comentários

Comentar