MULHERES NEGRAS E MARXISMO

"Negras no topo?" é o tema da aula 3 do curso de Mulheres Negras e Marxismo

Nesta terça, 4 de maio, depois de um intervalo de 2 semanas, retorna o curso "Mulheres Negras e Marxismo" do Campus Virtual do Esquerda Diário, a aula é ministrada por Letícia Parks e tratará sobre o tema "Negras no topo?".

terça-feira 4 de maio| Edição do dia

Depois de tratar sobre as categorias de opressão e exploração, e retomar a luta negra pra debater porque ela é luta de classes, Letícia agora vai debater a ideia de "topo", refletindo à luz da teoria marxista para analisar o que é o "topo" na sociedade de classes do capitalismo.

Além disso, o curso tratará sobre o "Black money", que são as formas que o capitalismo encontra de expressar e inverter a luta negra, retirando seu potencial de contestação e sua relação com as classes sociais, utilizando para isso o texto "Armadilhas do liberalismo na luta das mulheres negras", de autoria da Flávia Telles e de Letícia, que também trata sobre representatividade e a apropriação liberal da luta negra.

Um tema de grande relevância atual frente a luta negra internacional que sacudiu o mundo com o Black Lives Matter, e que se depara com diferentes apropriações de seu conteúdo, como vemos hoje pelo próprio Partido Democratas nos Estados Unidos.

Leticia também retoma hoje a história e as lições das mulheres a frente da Revolução Russa e do primeiro estado proletário da história, a partir de uma elaboração de Andrea D’atri e da teoria da Revolução Permanente de Leon Trotsky.

Mais uma vez, convidamos a todes para embarcar na discussão sobre as mulheres negras e o marxismo, no campus virtual do Esquerda Diário e a ser parte também dos nossos grupos de estudos que estão sendo organizados em todo o país e buscam aprofundar os temas da aula e do Livro "Mulheres Negras e Marxismo" das Edições Iskra.




Tópicos relacionados

Mulheres Negras e Marxismo   /    Campus Virtual   /    negras e negros   /    Marxismo   /    [email protected]

Comentários

Comentar