Sociedade

ALAGAMENTOS EM SP

Na tarde de ontem novamente a cidade de SP sofreu com a força da chuvas e o descaso capitalista

A partir das 14 horas a cidade entrou em alerta para alagamentos segundo dados do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE). Na Zona Norte carros foram arrastados pela chuva forte.

quarta-feira 21 de outubro| Edição do dia

Em Santana (ZN) uma árvore de grande porte caiu em cima de uma residência. Os bairros Casa Verde e Sé entraram em estado de alerta devido os córregos Mandaqui e Saracuna terem transbordado.

A escuridão dos céus alertou os paulistas sobre a intensidade da chuva, nas redes sociais “o dia virou noite” esse foi o post de muitos paulistanos.

Ao total foram registrados 20 pontos de alagamentos, sendo que na Zona Norte, na Freguesia do Ó, houve uma rua inundada, e na Casa Verde alguns pontos de alagamento foram registrados como intransitáveis.

A população já prevê, chuva forte igual alagamentos e transtornos. Apesar de nenhum ferido ter sido registrado é absurdo que a cidade permaneça sujeita a alagamentos como se fosse unicamente uma questão do clima. Sabemos muito bem que os alagamentos e enchentes são muito mais resultado da ingerência capitalista do que do clima.

Cidades mal projetadas, descaso com o meio ambiente, além de falta de financiamento urbano para obras que possam resolver esse problema, é isso que causa enchentes que além de serem um transtorno para a circulação na cidade afeta a população mais pobre que vê suas casas alagadas e seus bens perdidos.




Tópicos relacionados

Bruno Covas   /    Sociedade   /    Meio Ambiente   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar