×
Rede Internacional

CRISE CAPITALISTA | Na Porto Alegre de Melo, moradores da Vila Cruzeiro procuram madeira na rua por falta de gás

Em Porto Alegre as pessoas começam a buscar alternativas que remetem ao século retrasado, como o fogo de chão para cozinhar, devido o preço do gás.

segunda-feira 21 de junho | Edição do dia

Foto: Diego Nunes/Esquerda Diário

O botijão de 13kg chegou a absurdos R$100,00 com a entrega, os trabalhadores, muitos desempregados e vivendo de bicos precisam escolher entre comprar gás ou comida. Enquanto Bolsonaro alimenta o exército a leite condensado e picanha hiperfaturados a classe trabalhadora sai catar tábuas, restos de paletes de supermercado ou qualquer coisa para queimar já que o preço da lenha também não é viável.

Na semana passada ocorreu mais um aumento no preço do gás, dessa vez foram 5,9%. Esse é o quinto aumento só esse ano. Sem contar os aumentos nos preços do frango, da carne de gado, ovos, gasolina e nas contas de luz. Com a privatização do que restava da CEEE por Eduardo Leite (PSDB) a situação tende a piorar.

Com o desemprego e a precarização do trabalho se têm cada vez mais bocas para alimentar. Em entrevista para a Zero Hora Elisangela afirma que ela e o irmão que trabalha em um super mercado precisam alimentar 13 bocas, se dependessem só do gás iria um botijão a cada 15 dias, afirma. Sebastião Melo também é responsável por essa situação, junto de Bolsonaro e Leite, mantendo a chamada lei de responsabilidade fiscal e protegendo grandes empresários sonegadores.

Luis Cláudio de 50 anos, trabalhador de reciclagem, e, Maria de Lourdes de 51, desempregada, relataram que fazem um fogo de chão no pátio para cozinhar feijão, por exemplo, que é mais demorado. Que sem gás cozinham como podem com o que encontram de madeira na rua. Uma situação que revela como a classe trabalhadora e pobre paga pela crise criada e descarregada pelos capitalistas.

Leia também: Contra a privatização da Petrobras e o aumento do gás de cozinha congelamento dos preços já




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias