Educação

EDUCAÇÃO

Municípios acusam falta de 1.447.065 alunos no cálculo do MEC para o repasse do Fundeb

Suspeita de corrupção no MEC. Cálculos para repasse do Fundeb aos estados e municípios ignoram quase 1,5 milhão de alunos. Em janeiro foram repassados apenas 65% do total do previsto no mês.

sexta-feira 23 de abril| Edição do dia

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Confederação Nacional do Municípios (CNM) enviou um ofício ao Ministro de Educação Milton Ribeiro apontando o “sumiço” de ao menos 1.447.065 alunos nos cálculos feitos para enviar recursos para escolas, pré-escolas e creches. O ministro alega que foi uma “falha de TI”.

Milton Ribeiro afirma que o “eventual” erro será corrigido, que foi uma falha na filtragem de matrículas. A CNM começou a receber muitos questionamentos das prefeituras e apontou que o número de alunos do Fundeb não condizem com o total de matrículas do senso escolar de 2020.

Não é a primeira vez que os municípios apontam erros nos cálculos do Fundeb. Em janeiro o governo repassou R$766 milhões quando deveria ter repassado R$1,18 bilhão. E além disso 6 estados receberam dinheiro a menos e 3 a mais.




Tópicos relacionados

Fundeb   /    Crise na Educação   /    MEC   /    Educação   /    Corrupção

Comentários

Comentar