Sociedade

CORONAVÍRUS

Mundo ultrapassa 50 milhões de casos de covid-19, diz universidade Johns Hopkins

O Brasil é o segundo país com maior número de mortes pela COVID, depois dos EUA. Dois países que vivem frutos desastrosos do negacionismo reacionário de Bolsonaro e Trump.

segunda-feira 9 de novembro| Edição do dia

O número total de casos de novo coronavírus no mundo ultrapassou, no domingo, 8, a marca dos 50 milhões, de acordo com dados compilados pela universidade americana Johns Hopkins.

Às 3h25 desta segunda-feira, 9, a plataforma da universidade contabilizava 50.402.558 infectados pela covid-19, somando os casos de todos os países afetados pela doença. Os Estados Unidos continuam na liderança global, com 9,96 milhões de contaminações

Na sequência, vem a Índia com 8,55 milhões de casos, seguida pelo Brasil, com 5,66 milhões de infecções confirmadas. A quarta posição é ocupada pela França, com mais de 1,83 milhão de contaminações. Logo atrás, aparece a Rússia com 1,76 milhão de casos.

As mortes em decorrência da doença no mundo chegam a 1.256.254, segundo a plataforma da universidade norte-americana. O maior número de vítimas fatais está nos Estados Unidos com 237,6 mil óbitos, seguidos pelo Brasil com 162,4 mil mortes.

Não à toa Brasil e EUA são os países com maior número de mortes por COVID, visto que desde o começo da pandemia esses países tiveram a administração desastrosa dos negacionistas da extrema-direita Bolsonaro e Trump, que deixaram a vida de milhares de trabalhadores, pobres e negros na corda bamba entre a pandemia, a fome, o desemprego e a violência policial.

Com informações da Agência Estado.




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    COVID-19   /    pandemia   /    Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    Jair Bolsonaro   /    Donald Trump   /    Sociedade

Comentários

Comentar