×

Grupo de Estudos SESO/UNB | Mulheres e Guerra: um debate marxista rumo a um 8M contra a guerra na Ucrânia e o imperialismo

Esse será o tema do primeiro encontro das sessões especiais rumo ao 8 de março de “Feminismo e Marxismo” do grupo de estudos Marxismo e Luta de Classes no Serviço Social da UnB. No 8M vamos marchar contra a guerra na Ucrânia, gritando fora as tropas russas, abaixo a OTAN e o imperialismo

Luiza EineckEstudante de Serviço Social na UnB

quinta-feira 3 de março | Edição do dia

Já são quase 700 mil ucranianos refugiados nos países europeus que fazem fronteira com a Ucrânia e vemos um auge do militarismo e rearmamento das grandes potências imperialistas. Essa guerra reacionária, com a invasão de Putin, está sendo promovida pelos interesses da burguesia russa, mas também está intimamente ligada ao avanço massivo da OTAN no Leste Europeu desde o final da guerra fria, sendo o atual presidente reacionário ucraniano um fantoche dos EUA de Biden.

No final das contas, quem sofre mais com essa guerra são os trabalhadores, em especial as mulheres. São elas quem mais sofrem as violações dos direitos humanos, seja no combate, no trabalho das fábricas, ou no trabalho de casa e com a família. A guerra deixa mães sozinhas para cuidar de seus filhos, deixa filhas sem pais, deixa famílias trabalhadores sem casa e sem comida, tudo em nome do lucro dos capitalistas.

As mulheres, que são a maioria da classe trabalhadora, uma classe internacional e sem fronteiras, historicamente são linha frente no combate à guerra - como dizia Leon Trótski, quem mais sofre com o velho, com mais força luta pelo novo. Foram elas, as mulheres socialistas, organizadas por Clara Zetkin na 2ª Conferência Internacional de Mulheres Socialistas a se posicionarem contra a 1ª Guerra Mundial sob a palavra de ordem “Guerra à guerra”. Aproxima-se um novo 8M, temos muitos motivos para estarmos organizadas e nas ruas, torna-se uma data mais do que significativa porque comemora o dia que na mesma Rússia de que falamos hoje mas no ano de 1917, as mulheres trabalhadoras começaram a maior revolução da história.

É nesse sentido que vamos debater amanhã, sexta, 04/03, às 10h via Google Meet!

Indicamos as seguintes sugestões de leitura para nosso encontro:

1 - "No 8M vamos marchar contra a guerra na Ucrânia, gritando fora as tropas russas, abaixo a OTAN e o imperialismo"

2 - Declaração da Fração Trotskista pela Quarta Internacional (FT-QI): Não à guerra! Fora as tropas russas da Ucrânia! Fora OTAN da Europa Oriental! Não ao rearmamento imperialista! Pela unidade da classe trabalhadora internacional! Por uma política independente na Ucrânia para enfrentar a ocupação russa e a dominação imperialista!

3 - La realidad de las mujeres en la guerra (em espanhol)

Frente a ocupação militar russa na Ucrânia, que tem consequências no conjunto da situação internacional, dizemos “Não à guerra! Fora as tropas russas da Ucrânia! Abaixo a OTAN! Não ao rearme imperialista!”

Para participar mande uma mensagem para (61) 99903-2711 e nos siga no Instagram aqui! Confira nossa programação:




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias