Mundo Operário

PARALISAÇÃO DO TRANSPORTE

Motoristas de ônibus de Belo Horizonte paralisaram a circulação na manhã desta quinta

Os motoristas de ônibus de 26 linhas da capital mineira paralisaram na manhã desta quinta-feira, 22, devido a atrasos no pagamento dos salários e das férias.

quinta-feira 22 de abril| Edição do dia

Foto: Alex de Jesus

Os motoristas da empresa Transoeste, responsável pelas 26 linhas que alimentam a região do Barreiro, paralisaram a circulação de ônibus nesta manhã por causa dos atrasos tanto nos salários como no pagamentos das férias. Essas linhas circulam nas estações Diamante e Barreiro. Os motoristas se reuniram pela manhã na garagem da empresa, que fica localizada no bairro Independência, na região do Barreiro.

Segundo o Sindicato dos Rodoviários de BH e região (STTRBH), os trabalhadores rodoviários não receberam os salários que tiveram vencimento em 7 de abril, o que significa já três semanas de atraso no momento desta paralisação. Tal situação é ainda mais grave levando em consideração estarmos em meio a uma pandemia, com enorme alta nos preços dos alimentos e do gás de cozinha, além do crescente desemprego que afeta diversas famílias.

Com as 26 linhas paralisadas, 354 viagens deixaram de acontecer, o que pressionou a empresa a se comprometer com o pagamento dos salários até o final desta quinta. Com essa promessa, a paralisação foi finalizada e os ônibus voltaram a circular às 10 horas.




Tópicos relacionados

Trabalhadores dos Transportes   /    Precarização do Transporte Público   /    rodoviários   /    Alexandre Kalil    /    Minas Gerais   /    Transporte   /    Belo Horizonte   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar