Sociedade

FUTEBOL

Morre Leopoldo Luque: Brilhante futebolista e ativista contra a ditadura militar argentina

Morreu nessa segunda-feira (15/02) o ex-jogador argentino Leopoldo Jacinto Luque devido complicações pela covid-19. Aos 71 anos de idade, Leopoldo faleceu na província de Mendoza e entra para a triste estatística de mortos pela pandemia mundial do coronavírus.

quarta-feira 17 de fevereiro| Edição do dia

Imagem: Reprodução Twitter Masahide Tomikoshi

Uma das estrelas da seleção argentina campeã mundial em 1978 ao lado de nomes como Kempes, Bertoni e Ortiz; o “Abducido”, como também era conhecido, teve passagens por importantes clubes na Argentina e em outros lugares da América latina como Santos já no final de sua carreira em 83 e 85. Luque se destacou sempre pelo porte físico e espírito guerreiro dentro de campo e atingiu seu auge no clube River Plate, onde jogou por 5 temporadas (1975-1980) e sendo ainda artilheiro da Copa América de 1975, um atleta formidável.

Menos de um ano após a morte e o luto do futebol mundial por Maradona, também representante histórico da seleção albiceleste, o esporte perde outra de suas figuras mais emblemáticas. Leopoldo Luque foi desde o início opositor declarado da ditadura cívico-militar que se instaurou com o apoio do imperialismo estadunidense em seu país, foi sequestrado e largado em um matagal pela ditadura em 1980 e seguiu como ativista até o fim de sua vida na luta por Memória, Verdade e Justiça pelos mortos e desaparecidos da ditadura.

Um exemplo de atleta, dentro e fora dos campos, com determinação impressionante jogava futebol não para passar pano para os ditadores que queriam utilizar todo o potencial do esporte para apaziguar os ânimos após o golpe. Se aproveitava do fato do futebol não ter sido proibido para fazer aquilo que amava e denunciar os criminosos militares.

Leopoldo Luque estará sempre presente nos corações de cada torcedor e cada amante do esporte bretão, a cada gol, vitória ou derrota, são por mais atletas assim que se faz jus ao histórico do futebol, de raiz operária e popular, um espetáculo em campo e com posicionamentos políticos claros!

Leopoldo Luque, presente!




Tópicos relacionados

COVID-19   /    Copa do Mundo   /    Futebol   /    Ditadura militar   /    Sociedade

Comentários

Comentar