×

Enchentes | Moradores afetados por enchentes na Bahia ultrapassam 850 mil

Em curso há mais de um mês, as fortes chuvas que vem causando alagamentos na região do sul da Bahia, até agora já levaram a mais de 850 mil pessoas atingidas só no estado, de acordo com a Defesa Civil Estadual.

domingo 9 de janeiro | Edição do dia

Foto: Reprodução / TV Bahia

Dentre esses, cerca de 90 mil estão sem onde morar, tendo mais de 26 mil perdido suas casas, estando desabrigadas e mais de 61 mil estando desalojadas, tendo sido forçadas a abandonar suas casas, ainda sem saber quando poderão regressar. Foram contabilizados, também, 26 mortos, 2 desaparecidos e 520 feridos.

Na Bahia, já se somam 175 cidades atingidas pelos alagamentos, dentre elas 164 em situação de emergência. De acordo com o alerta divulgado pelo Instituto Nacional de Meteorologia existe a possibilidade de agravamento da situação frente a novos temporais nos próximos dias, com chuvas intensas em regiões do Oeste e Sudoeste do Estado da Bahia, chegando na divisa com Minas Gerais.

Bolsonaro e também Rui Costa são responsáveis por essa tragédia, fruto da irracionalidade do sistema capitalista. Enquanto famílias agonizavam sofrendo com as consequências das enchentes causadas pelos temporais, Bolsonaro estava passeando de jet ski de férias em Santa Catarina, pouco se importando em dar o apoio necessário. Só no ano passado, seu governo cortou 75% das verbas de combate a desastres, como as enchentes. Se somados aos valores gastos com despesas do ano anterior, em 2021 o governo não gastou mais que R$ 370 milhões no combate a desastres ambientais, enquanto em 2020 foram gastos R$ 1,1 bilhão.

Mas não só Bolsonaro tem culpa na tragédia. O governador Rui Costa, que ocupa o quarto mandato do PT à frente do estado, caracterizou o que se passa na Bahia como “o maior desastre natural da história”. O faz apesar do fenômeno La Niña, responsável pelo aumento de chuvas, já ser conhecido, e tendo seus possíveis efeitos nesse ano sido alertado por especialistas pois o governo estadual, há anos com gestões do PT, não realiza as obras necessárias de prevenção de desastres, como para evitar que as barragens se rompam ou transbordem, ou obras de absorção e escoamento das chuvas, mantendo o estado organizado para entender os negócios capitalista e não as necessidades da maioria da população.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias