Mundo Operário

Mobilização de trabalhadores da Scania do ABC impede terceirização

68 trabalhadores de setores como o restaurante e bombeiros civis poderiam ter seus empregos precarizados e salários reduzidos neste fim de ano, porém a mobilização de trabalhadores da empresa impediu esta ação.

sexta-feira 11 de dezembro de 2020| Edição do dia

IMAGEM: SindiMetal ABC

A montadora Scania, empresa sueca de produção de veículos, anunciou em setembro que pretendia iniciar processo de terceirização de diversos setores de sua fábrica em São Bernardo do Campo, ABC Paulista.

O processo de terceirização está sempre associado a uma maior precarização do trabalho, diminuição de salários e maior retirada de direitos, buscado pelos patrões para aumentar ainda mais seu lucro. Num momento de pandemia, diminuição da oferta de empregos e fragilidade dos trabalhadores de maneira geral este processo seria ainda mais absurdo.

Porém pela mobilização dos trabalhadores da empresa esta decisão foi revertida e todos os trabalhadores permaneceram em seus setores e a terceirização não será iniciada.

Com informações do Sindicato de Metalúrgicos do ABC.




Tópicos relacionados

Luta de Classes   /    Terceirização   /    ABC paulista   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar