Sociedade

NOVA CEPA CORONAVÍRUS

Miséria no Brasil pode ter levado ao surgimento de novas variantes do coronavírus

Mutação do vírus se dá em pessoas que estão contaminadas a muito tempo, geralmente quando não é possível realizar diagnósticos rápidos. Com pouca ou nenhuma possibilidade de testagem em massa a chance de novas mutações é enorme.

sexta-feira 19 de março| Edição do dia

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

Mutações do coronavírus ocorrem em pessoas que estão contaminadas a muito tempo, é o que indicam estudos do Instituto de Medicina Tropical, da Faculdade de Medicina da USP (IMT/FMUSP).

Isto se dá porque as variações ocorrem geralmente após duas semanas de incubação numa pessoa, podendo acarretar na geração de uma nova cepa de vírus. Este longo período de incubação é mais propício em pessoas com sistema imunológico afetado.

Com um sistema de saúde que está sendo ano após ano combalido pelo Estado e uma geração inteira que vive também abaixo da linha da pobreza, com pouca oferta alimentícia de assistência de saúde, temos nesta grande camada da população o grosso de pessoas mais vulneráveis fisicamente a este tipo de vírus.

É o que já vem acontecendo com as milhares de mortes desassistidas Brasil à fora. Também é onde pode se levar infelizmente ao surgimento das novas variantes do coronavírus.

Leia também:5 medidas emergenciais contra o colapso hospitalar no Brasil




Tópicos relacionados

Variantes do Coronavírus   /    Nova Cepa   /    Miséria capitalista   /    Pobreza   /    Crise do Coronavírus   /    Coronavírus e racismo   /    Coronavírus   /    Sociedade

Comentários

Comentar