Política

DINHEIRO NA CUECA

Ministro do STF dá aval a senador flagrado com dinheiro na cueca a retomar seu mandato

Nesta quarta, 17, o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, autorizou o retorno ao mandato do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que estava afastado desde outubro do ano passado, quando foi flagrado com R$ 30 mil na cueca.

quinta-feira 18 de fevereiro| Edição do dia

Foto: Reprodução/Redes sociais

O ministro Barroso baseou sua decisão na “confiança” de que o retorno ao mandato do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) não apresentaria elementos que pudessem atrapalhar as investigações em curso. O senador está sendo investigado por participar de um esquema de corrupção envolvendo fraude e dispensa indevida de licitações.

Em meio à disputa entre as frações do regime golpista, com o mais recente capítulo da tentativa do STF em se descolar das Forças Armadas buscando se alçar como guardião da Constitução, a decisão do ministro Barroso escancara como funciona o “combate” seletivo à corrupção que, neste caso, tende a fortalecer também o centrão.

Este episódio mostra como opera a unidade entre as diferentes frações do regime mesmo em meio às fissuras que vão se formando entre os principais atores do golpe institucional de 2016, como o STF, o centrão no comando do Congresso Nacional e mesmo entre estes e o próprio Bolsonaro e as Forças Armadas.

Bolsonaro, Mourão e todos os agentes do golpe institucional, assim como o STF, fazem parte de descarregar a crise nas costas dos trabalhadores, avalizam que o senador flagrado com dinheiro na cueca retorne ao seu mandato assim como que um deputado propague absurdos autoritários de extrema-direita. Quando se trata de rifar direitos históricos dos trabalhadores, todos esses setores que estão ora em disputa, seguem bem unificados. Mais uma vez fica a pergunta, o que as centrais sindicais estão esperando? Nossa batalha deve ter como alvo todo o regime golpista. É preciso exigir das direções como a CUT e a CTB que cessem sua paralisia covarde e usem a influência que tem nos sindicatos para aproveitar o momento de divisão nas forças golpistas.

Leia também:
Villas Boas, Dallagnol e o presente da CIA
Daniel Silveira e a disputa entre STF e militares: precisamos enfrentar todo o regime golpista




Tópicos relacionados

Golpe institucional   /    Centrão   /    STF   /    Senado   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar